João Leão confiante na recuperação portuguesa e na aprovação do plano para a TAP antes do Natal

O responsável pela pasta das Finanças revelou à “Reuters” que as conversações com Bruxelas estão em bom caminho para a aprovação do plano de reestruturação da companhia aérea, que está sob avaliação desde junho.

Cristina Bernardo

João Leão mostra-se confiante na recuperação da economia portuguesa, que, prevê o ministro das Finanças, pode mesmo colocar o défice orçamental em 2021 abaixo do valor estimado pelo Governo de 4,8%. O governante indicou ainda em entrevista à agência “Reuters” que não perspetiva quaisquer impedimentos na receção das tranches provenientes de Bruxelas nem dificuldades na aprovação do plano de reestruturação da TAP.

Sobre a companhia aérea, Leão apontou mesmo a uma luz verde da Comissão Europeia antes do Natal, ou seja, na próxima semana. Este plano de reestruturação está sob análise pelos técnicos europeus desde julho deste ano, dadas as regras comunitárias sobre apoios estatais e concorrência.

Em entrevista à agência noticiosa britânica, o responsável pela pasta das Finanças destacou os bons indicadores dados recentemente pela economia portuguesa, lembrando que, “entre o terceiro trimestre deste ano e o primeiro trimestre […], Portugal foi o segundo país que mais cresceu em toda a Europa”, o que espelha, na sua opinião, a boa trajetória do país.

Esta, argumenta, poderá mesmo significar que este ano terminará com um défice orçamental abaixo dos 4,3% previstos pelo Governo. Em parte, o baixo impacto económico, até agora, da variante Ómicron em Portugal deverá dar uma ajuda, sendo que o ministro destaca ainda que “no mês de Novembro as compras através de Multibanco das famílias portuguesas superaram em 8% as do período homólogo de 2019”.

Quanto aos fundos europeus, Leão afiança que o atual impasse político não interfira com a chegada das tranches vindas de Bruxelas, lembrando que Portugal é dos principais beneficiários deste programa de apoio e recuperação.

“O governo está a cumprir todas as metas para o quarto trimestre de modo a que no mês de Janeiro ainda venha a pedir o primeiro desembolso de fundos a Comissão Europeia. Seremos um dos primeiros países a pedir o desembolso de fundos à Comissão Europeia para ter uma nova tranche”, referiu o governante.

Recomendadas

Luís Gomes: “O país precisa de uma nova arquitetura da Função Pública”. Veja o “Discurso Direto”

Discurso Direto é um podcast do Novo Semanário e do Jornal Económico onde todas as semanas são entrevistados os protagonistas da política, da economia, da cultura e do desporto.

Dormidas de brasileiros em Portugal disparam 748% até julho

O número de dormidas de brasileiros em Portugal disparou 748% entre janeiro e julho deste ano, para 1,2 milhões, refletindo uma forte recuperação depois de dois anos de pandemia, segundo dados da AICEP, cedidos à Lusa

Crise/Inflação: Casais podem receber 125 euros pelo IBAN do reembolso do IRS

O apoio de 125 euros é individual, mas os casais que entreguem o IRS em conjunto e só tenham o IBAN do reembolso deste imposto confirmado nas Finanças recebem o apoio nessa conta bancária, esclareceu hoje fonte oficial.
Comentários