Joe Berardo processa CCB e ministério da Cultura

O processo visa denunciar o acordo que une Joe Berardo ao Estado, que termina no final de 2022, revela hoje o “Expresso”.

2 – Joe Berardo

Joe Berardo avançou com um processo em tribunal contra o ministério da Cultura e a Fundação Centro Cultural de Belém (CCB), revela hoje o “Expresso”.

A ação deu entrada em tribunal depois de na semana passada o empresário ter avançada para tribunal contra três bancos portugueses a quem pede 900 milhões de euros.

O processo visa denunciar o acordo que une Joe Berardo ao Estado, que termina no final de 2022. Recorde-se que centenas de obras de arte que pertencem à Associação Coleção Berardo estão expostas no Centro Cultural de Belém (CCB) ao abrigo de um acordo assinado entre Berardo e o Estado. As obras de arte estão arrestadas devido ao processo colocado há três anos pelos bancos contra o comendador.

Relacionadas

“Berardo continua a gozar com o pagode” e Rendeiro “exibiu sempre muita arrogância” (com áudio)

Marques Mendes analisou o “desfecho trágico” de João Rendeiro e o processo de Joe Berardo contra vários bancos.

Joe Berardo vai para tribunal exigir 900 milhões a bancos (com áudio)

A ação deu entrada no Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa e visa o BCP, CGD, BES e o Novo Banco, segundo o “DN”.
Recomendadas

DreamMedia invoca acórdão da Supremo Tribunal Administrativo para apelar à exclusão das propostas da JCDecaux

A empresa diz que, como o processo intentado pela DreamMedia ainda não foi apreciado, “quando o for é praticamente inultrapassável que o Tribunal decida, tendo em conta a jurisprudência agora uniformizada pelo STA, a exclusão das propostas da JCDecaux, que assim perde os dois lotes que ganhou”, defende a empresa especialista em outdoors estáticos, digitais, meios de ativação e roadshow.

MEO conhece 2.ª decisão do Tribunal da Concorrência sobre recurso a coima

A empresa recorreu para o Tribunal da Concorrência, Regulação e Supervisão, em Santarém, da condenação de que foi alvo “por combinar preços e repartir mercados com a Nowo” nos serviços de comunicações móveis e fixas.

Joe Berardo. Ministério Público pede apresentações periódicas às autoridades

O Ministério Público (MP) propôs a alteração das medidas de coação de Joe Berardo no caso CGD, requerendo apresentações periódicas às autoridades pelo empresário e admitindo a extinção da maioria das medidas aplicadas há cerca de um ano.
Comentários