Joe Berardo vai para tribunal exigir 900 milhões a bancos (com áudio)

A ação deu entrada no Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa e visa o BCP, CGD, BES e o Novo Banco, segundo o “DN”.

2 – Joe Berardo

Joe Berardo avançou com uma ação contra vários bancos a pedir 900 milhões de euros de indemnização, revela hoje o “Diário de Notícias”. Deste total, 800 milhões são para compensar a Fundação José Berardo e mais de 100 milhões por danos morais. A ação deu entrada no Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa e visa o BCP, CGD, BES e o Novo Banco.

O empresário madeirense acusa o Governo de “conluio” para ficar com a sua coleção de arte. Na ação, Berardo alega ter sido enganando pelas instituições financeiras, “acerca das circunstâncias relativas à situação interna dos bancos – especialmente o BCP – e do sistema financeiro português, em que a Fundação contraiu empréstimos para a aquisição de participação qualificada no BCP”.

Joe Berardo também culpa os bancos pelas ações empenhadas como garantia dos empréstimos terem perdido valor sem que os bancos cumprissem “a obrigação de as executar na altura devida”.

Recomendadas

PremiumVenda do Atlântico avança e espanhóis fora da corrida ao BPG

O pedido de compra do Atlântico Europa pelo Well Link Group está finalmente a evoluir, depois do acordo assinado no inicio de 2020. Já o BPG optou por abrir o processo competitivo de venda.

Govcoins são o futuro mas ameaçam negócio da banca

As moedas digitais dos bancos centrais podem trazer mais segurança nos pagamentos, mas também criar um problema de inclusão. E podem colocar em causa a viabilidade do sector financeiro.
CEO das seguradoras Fidelidade, Tranquilidade, Ageas e Liberty

PremiumSeguradoras estão preparadas para impacto da crise

As companhias de seguros são as maiores gestoras de ativos do mundo, por isso os líderes da Fidelidade, Ageas, Tranquilidade e Liberty Europa estão mais preocupados com a forma como os investimentos serão feitos com o PRR do que com o impacto da crise nas companhias.
Comentários