Joe Biden vai ser vacinado na próxima semana. Mike Pence recebe vacina já esta sexta-feira

As primeiras vacinas que chegaram aos Estados Unidos destinaram-se às equipas médicas que estão na linha da frente contra a Covid-19, tanto que a primeira pessoa a receber a vacina foi a enfermeira Sandra Lindsay do hospital de Queens. Também os residentes e os trabalhadores dos lares estão a receber a vacina nesta primeira fase de vacinação. 

Drew Angerer | Getty Images

O presidente eleito Joe Biden vai receber a vacina contra a Covid-19 na próxima semana, e o atual vice-presidente Mike Pence vai recebê-la esta sexta-feira, revela a “Reuters”. O objetivo dos dois responsáveis do país é construir confiança pública, para que os cidadãos americanos se vacinem, de forma a diminuir o número de infeções e óbitos no território.

Com o elevado número de mortes e de infeções, tem-se verificado uma grande procura da vacina por parte dos norte-americanos mas os cidadãos assumem alguma preocupação em receber a vacina devido às notícias que davam conta de reações alérgicas graves. Ao receber a vacina publicamente, o futuro presidente e o atual vice-presidente pretendem enfatizar a segurança da vacina que está disponível em todo o território no início do próximo ano.

Uma sondagem da “Reuters” mostra que apenas 61% dos inquiridos estão abertos à possibilidade de serem vacinados contra o vírus, com parte dos cidadãos a mostrar insegurança perante a recomendação de vacinação.

Joe Biden faz parte do grupo de risco devido à sua idade, contando já com 78 anos. “Não quero passar à frente da fila mas quero garantir que demonstramos aos americanos que é segura”, apontou o próximo presidente.

Donald Trump não se vai juntar a Mike Pence, tendo já sustentado no Twitter que prefere receber a vacina contra o novo coronavírus num próximo plano de vacinação e “num período mais apropriado”. Por sua vez, a secretária de imprensa do presidente cessante, admitiu que Trump só irá ser vacinado quando a sua equipa médica der luz verde.

As primeiras vacinas que chegaram aos Estados Unidos destinaram-se às equipas médicas que estão na linha da frente contra a Covid-19, tanto que a primeira pessoa a receber a vacina foi a enfermeira Sandra Lindsay do hospital de Queens. Também os residentes e os trabalhadores dos lares estão a receber a vacina nesta primeira fase do processo.

As autoridades de saúde norte-americanas estimam receber 2,9 milhões de doses da vacina desenvolvida pela parceria Pfizer/BioNTech até ao fim da semana, de forma a vacinar o maior número de pessoas possíveis.

O presidente eleito tem-se mostrado comprometido em atacar o coronavírus, sendo esta uma das suas prioridades para quando tomar posse no próximo dia 20 de janeiro. Biden admitiu a intenção de vacinar 100 milhões de americanos durante os primeiros 100 dias da sua presidência, enquanto Donald Trump quer vacinar o maior número de cidadãos possível no último mês da sua presidência.

Por enquanto, não se sabe se a vice-presidente eleita Kamala Harris irá ser vacinada contra o vírus, mas a Casa Branca deu a informação de que a esposa de Mike Pence e o chefe da Saúde Pública dos EUA, Jerome Adams, também serão vacinados já esta sexta-feira, juntamente com o vice-presidente.

Recomendadas

Presidente de Taiwan falha estratégia de usar a China como ameaça

Tsai Ing-wen renunciou ao cargo de líder do Partido Democrático Progressista depois de a sua estratégia de enquadrar as eleições locais como uma demonstração de desafio à China não ter conquistado o eleitorado.

NATO Industrial Advisory reúne com a indústria da defesa em Gaia

Órgão consultivo e de assessoria de alto-nível que atua como foco e porta-voz das indústrias e das associações nacionais de defesa e segurança junto da NATO, reúne de 28 a 30 de novembro com 51 entidades de 25 países.

Obiang reeleito Presidente da Guiné Equatorial com 94,9% dos votos

O presidente da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang, ganhou as eleições presidenciais com 94,9%, anunciou a Junta Eleitoral Nacional, pelo que avança para o sexto mandato de sete anos. A oposição queixa-se de fraude generalizada.
Comentários