PremiumJogo online rende mais de 300 milhões no primeiro semestre

O novo presidente da Associação Portuguesa de Apostas e Jogos Online (APAJO) diz que o Estado arrecadou 94,7 milhões com os apostadores até Junho, mas antevê uma fase de estabilização do negócio no próximo ano.

Cristina Bernardo

As receitas do jogo online continuam a subir ano após ano. No primeiro semestre, o volume de negócios do sector das apostas e jogos online em Portugal atingiu os 304 milhões de euros, o que representou um aumento de 19% em comparação com os primeiros seis meses do ano passado. Só até Junho, o Estado já arrecadou 94,7 milhões com os apostadores nacionais, disse ao NOVO o presidente da Associação Portuguesa de Apostas e Jogos Online (APAJO), na primeira entrevista após assumir o cargo mais alto da instituição.

Ricardo Domingues crê que o crescimento continuará, embora não ao mesmo ritmo a que se tem assistido, devido à queda no poder de compra dos consumidores. “Vamos ter um fenómeno relativamente parecido com os das tecnológicas, das ‘Amazones’ e ‘Metas’, cujas taxas de crescimento já não são as mesmas. No período pós- -pandemia, as subidas mantiveram- se relativamente altas, mas achamos que poderão estar a normalizar- se outra vez. Dependerá da dimensão da crise”, afirmou o sucessor de Gabino Oliveira.

Leia o artigo na íntegra na edição do NOVO que está, este sábado, dia 12 de novembro, nas bancas.

Recomendadas

Banco de Fomento lança consulta pública para dois novos Programas de co-investimento em PME

Estando ainda disponível o montante de 475 milhões de euros para lançar novos Programas, “o BPF convida as empresas e todos os interessados a participar na consulta pública acerca de futuras soluções de capital e quase capital, com o objetivo de obter contributos sobre as condições de dois Instrumentos Financeiros pré-estruturados destinados a fomentar a constituição de empresas e/ou capitalização empresarial”, revela o banco liderado por Ana Carvalho.

Premium“Somos a ótica das pessoas e que traz o know how francês”, diz CEO do grupo MonOpticien

Em entrevista ao JE, o CEO do grupo MonOpticien, Florent Carriére, explica o modelo de subscrição que traz para Portugal. “O meu concorrente não é a Multióticas, é a a Netflix e o Spotify”, sublinha.

Bancos da zona euro devolvem antecipadamente 447,5 mil milhões ao BCE

Este montante vem juntar-se aos quase 300 mil milhões de euros que foram reembolsados antecipadamente em 23 de novembro.
Comentários