José de Mello Saúde “surpreendida” com declaração da ministra sobre o Hospital de Braga

A empresa que gere a unidade hospital bracarense garante que, desde “o primeiro momento”, mostrou disponibilidade para prolongar o contrato.

A José de Mello Saúde, gestora do Hospital de Braga, foi apanhada de surpresa com o anúncio da ministra da Saúde de que a unidade hospital bracarense poderia regressar à esfera pública, ao Serviço Nacional de Saúde (SNS), devido à “indisponibilidade” da empresa. Disponibilidade ou não disponibilidade? Eis a questão que parece dividir as partes.

“Estamos surpreendidos. Estamos disponíveis para continuar [o contrato] e vamos avaliar em conjunto”, explicou fonte da ‘dona’ dos hospitais CUF ao Jornal Económico. Em causa está o facto de Marta Temido dito aos jornalistas, na Assembleia da República, que o final da parceria público-privada (PPP) se deveu à falta de disponibilidade da José de Mello Saúde.

“A José de Mello Saúde mostrou-se, desde o primeiro momento, disponível para o prolongamento do contrato de gestão da PPP do Hospital de Braga, dentro do atual modelo contratual, desde que esclarecidas as condições de execução do contrato e de sustentabilidade financeira da parceria”, adiantou a gestora do Hospital de Braga, em declaração enviada ontem à tarde às redações.

O Governo ainda não lançou um novo concurso, de acordo com a ministra, que falou aos meios de comunicação social no final de uma audição na comissão parlamentar de Saúde. “É uma situação que implica da nossa parte um conjunto de previdências porque estaremos, porventura, perante uma situação do tipo da que aconteceu no Centro de Reabilitação do Norte, com alguns aspetos diferentes, e que levará ao regresso do Hospital de Braga à esfera da gestão pública”, referiu Marta Temido.

A empresa do grupo José de Mello, cujo contrato para este hospital termina em agosto de 2019, garante que se “orgulha do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido no Hospital de Braga e que o tem colocado num lugar de destaque no contexto do SNS”.

Recentemente, o Hospital de Braga conquistou, pelo segundo ano consecutivo, o primeiro lugar no grupo de melhores hospitais de média/grande dimensão do SNS nos prémios “TOP 5′ 16 – A Excelência dos Hospitais”, promovidos pela multinacional de benchmarking hospitalar IASIST. Já no início do ano este tinha sido distinguido pela Entidade Reguladora da Saúde com excelência clínica clínica máxima (3 estrelas) em 14 das 16 áreas hospitalares avaliadas pelo Sistema Nacional de Avaliação em Saúde (SINAS).

Relacionadas

Lucro da José de Mello Saúde aumenta 3,3% para 13,7 milhões de euros no 1.º semestre

No período em análise, os proveitos operacionais totalizaram 344 milhões de euros, um crescimento de 7,3%, sendo que nos hospitais privados os proveitos cresceram 8,3%, “como resultado do crescimento em todas as áreas assistenciais”.

Hospital de Braga pode regressar à esfera pública

“O contrato atual do Hospital de Braga termina em agosto de 2019 e o parceiro público suscitou ao parceiro privado a possibilidade, na pendência da organização do processo de um novo concurso para uma nova PPP, se prolongar o atual contrato”, explicou Marta Temido. O Governo ainda não lançou um novo concurso.
Recomendadas

Phenix assegura 15 milhões de euros para reduzir o desperdício alimentar

Com este apoio financeiro, a Phenix, que faz parte do movimento Tech For Good, espera atingir a meta dos 10 milhões de downloads na sua aplicação móvel anti desperdício e poupar mil milhões de refeições de serem desperdiçadas até 2024.

Amanhã: Conheça o futuro das TIC na Mesa Redonda do Jornal Económico

O evento organizado pelo Jornal Económico decorre esta sexta-feira, no ISEG, em Lisboa. Na mesa, estão temas como os desafios e tendências da cibersegurança, bem como as dificuldades que a transformação digital trás às empresas. Acompanhe em direto na JE TV.

Job Summit realiza-se em formato 100% online e espera cinco mil participantes

O Jornal Económico procurou perceber o que vai acontecer neste evento e o que poderão encontrar empregadores e candidatos. De acordo com a organização, um dos objetivos é alcançar os sucessos do período anterior à pandemia.
Comentários