JPP reivindica viagens aéreas com preços iguais para madeirenses e residentes no território continental

O JPP diz que com os preços das viagens iguais, a Madeira poderia contornar as restrições que têm sido colocadas noutros países devido à pandemia, e com isso atenuar os efeitos provocados no turismo da região.

o JPP sugeriu que a Madeira deveria promover uma campanha dirigida ao território continental que permitisse aos residentes no Continente viajar ao mesmo preço dos madeirenses. Para o partido esta era uma forma de contornar as restrições que estão a ser colocados por outros países, devido à pandemia, e que têm afetado o setor do turismo da região.

O partido diz que a estratégia permitiria “adaptar o mercado à perda de rendimentos de muitos dos portugueses, mas também garantir um nicho de turismo nacional que em muito beneficiaria o setor da hotelaria e similares”.

O JPP sublinha que a melhoria da situação pandémica no território continental juntamente com as medidas de controlo que estão implementadas no Aeroporto da Madeira, “converge para um fluxo de passageiros em trânsito com um caráter de segurança razoável e com a garantia de alguma dinâmica extra na paragem económica que o setor do turismo madeirense tem vindo a registar”.

O partido reforça que a uniformização do preço do bilhete para o valor do bilhete cobrado aos residentes “seria uma forma de recuperar alguma da dinâmica dos fluxos turísticos em condições vantajosas para quem nos visita e criando, ao mesmo tempo, uma recuperação pela qual anseiam os empresários do setor da hotelaria e similares e muitas das famílias que têm nesses setores a sua única fonte de rendimento”.

JPP pede abordagens eficazes

Para o partido a pandemia exige “abordagens eficazes” tanto no campo da saúde pública e na economia, e lembra que o turismo e similares, que possuem um grande peso na atividade económica da região, sofreram um “rude golpe” com esta crise sanitária.

O JPP defende que a região pode implementar uma estratégia de atenuação dos efeitos provocados pela pandemia, e que favoreçam a recuperação.

Recomendadas

Madeira regista 54 acidentes de viação no espaço de uma semana

No total houve 21 feridos ligeiros: oito no Funchal, três em Santa Cruz e Câmara de Lobos, dois na Ribeira Brava, na Ponta do Sol e em Machico e um em Santana. Houve também dois feridos graves no Funchal.

Câmara do Funchal lança campanha gratuita de recolha de “monstros”

O Município justifica a importância desta campanha, dado o aumento da produção de resíduos na quadra natalícia que se avizinha e de forma a garantir uma maior proximidade com a população. Os munícipes deverão contactar as respetivas Juntas de Freguesias para a devida inscrição, de modo a solicitar a recolha dos “monstros” na sua residência.

Madeira: Movimento de passageiros nos aeroportos ficaram a mais de 30% acima dos valores de 2019

Entre janeiro e setembro de 2022, o movimento de passageiros nos aeroportos da RAM foi de aproximadamente 3.062,5 mil, significando um acréscimo homólogo de 134% e de 17% face aos valores registados nos primeiros nove meses de 2019. 
Comentários