Juiz Carlos Alexandre aceita proposta de caução de Luís Filipe Vieira (com áudio)

O juiz Carlos Alexandre acabou por reverter a primeira decisão e dar ‘luz verde’ à proposta de Luís Filipe Vieira, o principal visado da Operação Cartão Vermelho.

Lusa

Depois de uma recusa inicial, o juiz Carlos Alexandre aceitou a proposta de caução de Luís Filipe Vieira, que compreende como garantias dois imóveis da sociedade Royal Brick, detida praticamente na totalidade (98%) pelos seus filhos, avança esta quinta-feira a “TVI”.

O ex-presidente do Sport Lisboa e Benfica e da SAD das ‘águias’ apresentou como sugestão de pagamento da caução ações do clube, mas o Ministério Público considera que não têm o valor atual de mercado, pois está inflacionado pela intenção de compra por parte do empresário norte-americano John Textor, que pretende 25% da sociedade.

Ainda assim, o juiz Carlos Alexandre acabou por reverter a primeira decisão e dar ‘luz verde’ à proposta de Luís Filipe Vieira, o principal visado da Operação Cartão Vermelho, conforme destaca o canal de Queluz de Baixo.

As casas estão avaliadas em 1,28 milhões de euros. Os restantes 200 mil euros foram pagos em depósito bancário.

Recomendadas

Formação pós-graduada em domínios não tradicionais está a crescer

Direito do Desporto, Direito da Saúde, Direito da Moda são exemplos de novas temáticas na oferta das Escolas de Direito. Especializações respondem à procura do mercado de trabalho.

“Vemos mais forças de trabalho não tradicionais”

Gonçalo de Salis Amaral, sócio da Neves de Almeida HR Consulting, antecipa que o próximo ‘novo normal’, depois do teletrabalho e do regime híbrido, seja o recurso a mais parceiros e ‘outsourcers’.

Um fator de diferenciação chamado LL.M.

A perspetiva abrangente do Direito e do seu posicionamento estratégico e a exposição ao ambiente internacional são mais valias reconhecidas quer pelo candidato quer pelas sociedades.
Comentários