Juros da dívida de Portugal caem em todos os prazos

Os juros da dívida de Portugal estavam hoje em todos os prazos em relação a segunda-feira, alinhados com os da Irlanda, Itália e Espanha. Cerca das 08h30 de Lisboa, os juros da dívida portuguesa a 10 anos estavam a descer para 3,137%, abaixo dos 3,2%, depois de terem terminado na segunda-feira nos 3,145% e descido […]

Os juros da dívida de Portugal estavam hoje em todos os prazos em relação a segunda-feira, alinhados com os da Irlanda, Itália e Espanha.

Cerca das 08h30 de Lisboa, os juros da dívida portuguesa a 10 anos estavam a descer para 3,137%, abaixo dos 3,2%, depois de terem terminado na segunda-feira nos 3,145% e descido até ao mínimo de sempre, de 2,957%, a 10 de outubro passado.

No mesmo sentido, a dois anos, os juros estavam a cair para 0,615%, contra 0,640% na segunda-feira e depois de terem descido até ao mínimo de 0,437%, a 25 de setembro último.

Os juros a cinco anos também estavam a descer, para 1,734%, contra 1,748% na segunda-feira e depois de terem descido até 1,584%, a 05 de setembro deste ano.

Os juros da dívida soberana da Irlanda estavam hoje a cair em todos os prazos, bem como os de Itália e de Espanha.

Em sentido contrário, os juros da Grécia estavam a subir a cinco e dez anos.

OJE/Lusa

Recomendadas

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quinta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quinta-feira.

Bruxelas favorável a limite de preço para gás russo

“A Europa enfrenta a chantagem energética da Rússia, e a procura global de gás é mais elevada do que a oferta. Precisamos de trabalhar ao longo de toda a cadeia para enfrentar o desafio. Primeiro, temos de agir no ponto em que o gás entra no nosso mercado. Estamos a negociar com os nossos fornecedores fiáveis de gás de gasoduto. Se isto não trouxer resultados, então é possível um preço máximo”, declarou a comissária.

Governo reconhece necessidade de “valorizar salários” e espera acordo na Concertação Social

A ministra Adjunta e dos Assuntos Parlamentares discursava no Centro Cultural de Belém (CCB), em Lisboa, no âmbito da conferência “Em nome do futuro: os desafios da juventude”, organizada pela Santa Casa da Misericórdia e pela Rádio da Renascença.