Juros da dívida italiana em queda acentuada com notícias da descida do défice

O vice-primeiro-ministro italiano e líder do Movimento 5 Estrelas, Luigi di Maio, admitiu hoje reduzir o défice previsto no Orçamento do Estado para 2019 de 2,4% do PIB, como pede a Comissão Europeia. Os juros soberanos de Itália estão a cair 15,2 pontos base.

Segundo alguns jornais italianos, o governo de coligação entre o Movimento 5 Estrelas (M5S, esquerda antissistema) e a Liga (direita nacionalista) está a avaliar uma descida do défice para 2,1%.

Esta notícia está a agitar o mercado secundário da dívida soberana, com os juros de Itália a 10 anos a caírem 15,2 pontos base para 3,255%. Isto traduz ainda uma melhoria do prémio de risco, uma vez que os juros da dívida alemã a 10 anos estão a subir 1,7 pontos base para uma yield de 0,357%.

A queda dos juros italianos está a fazer com as dívida dos países periféricos caia.

Portugal vê os juros das OT a 10 anos a caírem 4,1 pontos base para 1,901% e a dívida espanhola tem os juros a descerem 5,8 pontos base para 1,574%.

O vice-primeiro-ministro italiano e líder do Movimento 5 Estrelas, Luigi di Maio, admitiu hoje reduzir o défice previsto no Orçamento do Estado para 2019 de 2,4% do PIB, como pede a Comissão Europeia.

 

Relacionadas

Governo de Itália admite reduzir o défice previsto no Orçamento 2019

Segundo alguns jornais italianos, o governo de coligação entre o Movimento 5 Estrelas (M5S, esquerda antissistema) e a Liga (direita nacionalista) está a avaliar uma descida do défice para 2,1%.
Recomendadas

PremiumPedido do registo da OPA à Boavista aguarda depósito da contrapartida

Empresário espanhol-luxemburguês Gérard Lopez está a reunir os últimos documentos essenciais para apresentar à CMVM o pedido de registo de oferta. Processo deverá ficar concluído dentro de dias.

Tesla dispara na bolsa depois de resultados recorde de 2022

Ao fecho das negociações em Wall Street, cada ação da Tesla estava avaliada em 177,90 dólares, mais 17,63 dólares do que no dia anterior. Isso fez com que a empresa encerrasse a semana numa valorização de 33% face à semana anterior

Wall Street volta a fechar no verde e Nasdaq soma quarta semana seguida de ganhos

Apesar de subidas tímidas, os três principais índices de Nova Iorque fecharam em alta, colocando-se em rota para um mês de ganhos. O sector tecnológico continuou a somar ganhos antes de uma semana de muitos resultados trimestrais, impulsionando o Nasdaq depois de mais dados otimistas da inflação.
Comentários