Juros da dívida sobem a dois, cinco e dez anos para máximos de mais de cinco anos

Às 08:40 em Lisboa, os juros a dez anos avançavam para 3,105%, um máximo desde agosto de 2017, contra 3,062% na sexta-feira.

Os juros da dívida portuguesa estavam hoje a subir a dois, a cinco e a dez anos face a sexta-feira, para máximos de mais de cinco anos, alinhados com os Espanha, Grécia, Irlanda e Itália.

Às 08:40 em Lisboa, os juros a 10 anos avançavam para 3,105%, um máximo desde agosto de 2017, contra 3,062% na sexta-feira.

A cinco anos, os juros também subiam, para 2,578%, um máximo desde fevereiro de 2016, contra 2,522% na sexta-feira.

No mesmo sentido, os juros a dois anos avançavam, para 2,012%, um máximo desde fevereiro de 2014, contra 1,939% na sessão anterior.

Recomendadas

PremiumMercados somam e seguem

Índices acionistas encerram em alta em novembro, somando segundo ganho mensal consecutivo.

Wall Street encerra semana apenas com Dow Jones a negociar em terreno positivo

Ao final do dia em Wall Street, o Dow Jones soma 0,10% para 34.429,88 pontos, o S&P 500 perde 0,13% para 4.071,45 pontos e o tecnológico Nasdaq desvaloriza 0,18% para 11.461,50 pontos. 

Euro regista ligeira valorização e segue acima de 1,05 dólares

Lisboa, 02 dez 2022 (Lusa) – O euro subiu hoje ligeiramente e mantinha-se a negociar acima de 1,05 dólares, após a divulgação de números melhores do que o previsto sobre a criação de emprego nos Estados Unidos.
Comentários