Justiça negociada: PSD disponível para “ouvir com atenção” as propostas que surgirem

O PSD mostra-se assim disponível para viabilizar uma das medidas mais polémicas que o Governo está a preparar para a Justiça e que permite a isenção, dispensa, suspensão ou atenuação da pena para recompensar quem colaborar com a Justiça.

O PSD está disposto a “ouvir com toda a atenção” as propostas que surgirem no âmbito de uma Justiça negociada, de acordo com declarações da porta-voz para a área da Justiça, Mónica Quintela, avança a edição deste domingo do jornal “Público”.

“Se conseguirem enquadrar um direito premial sem que tal implique uma diminuição, por mínima que seja, dos direitos, liberdades e garantias que o nosso ordenamento jurídico garante aos cidadãos, estaremos disponíveis para debater as propostas que surgirem”, disse ao Público a responsável.

O PSD mostra-se assim disponível para viabilizar uma das medidas mais polémicas que o Governo está a preparar para a Justiça e que permite a isenção, dispensa, suspensão ou atenuação da pena para recompensar quem colaborar com a Justiça.

 

 

Recomendadas

Prisão preventiva para 31 dos 35 arguidos suspeitos de tráfico de pessoas no Alentejo

Carlos Alexandre determinou a prisão preventiva para 31 arguidos, oito dos quais com possibilidade de ficar em prisão domiciliária com pulseira eletrónica, caso o relatório do DGRSP seja favorável.

Primeiro-ministro reafirma prioridade do Governo no combate à violência doméstica (com áudio)

O primeiro-ministro, António Costa, reafirmou a “prioridade do Governo” no combate à violência doméstica, sublinhando o “reforço de verbas” no OE 2023. A GNR lança esta sexta-feira uma campanha de combate ao flagelo.

PremiumCâmara de Caminha paga 20 mil euros para parecer sobre decisão já tomada

Negócio para centro de exposições, que não existe, já custou ao erário público cerca de 400 mil euros: adiantamento de 369 mil e agora mais 20 mil para parecer após rescisão contratual.
Comentários