Kevin Spacey perdeu o recurso e vai mesmo ter que pagar 30 milhões por repetidos atos de assédio sexual

Um tribunal de Los Angeles rejeitou o recurso que o ator de Hollywood tinha interposto contra a sua condenação e confirmou assim a condenação.

Assédio sexual

Kevin Spacey vai ser mesmo obrigado a pagar 31 milhões de dólares (30,5 milhões de euros) aos produtores da série norte-americana ‘House of Cards’, depois de ter assediado sexualmente jovens que trabalhavam na mesma. A decisão foi tomada por um tribunal de Los Angeles na quinta-feira, segundo indicam os documentos a que a agência “PA Media” teve acesso.

O ator foi condenado a pagar a referida quantia em novembro do ano passado, mas naquela altura interpôs um recurso contra a decisão, que foi agora rejeitado.

Kevin Spacey e os seus advogados terão falhado na tentativa de “demonstrar que este é sequer um caso [jurídico] difícil”, escreveu o juiz Mel Red Recana nos mesmos ficheiros.

Os documentos originais mostram, detalhadamente, como o ator foi afastado da referida série depois de alegações de “assédios sexuais a jovens com quem trabalhou ao longo da sua carreira em projetos de cinema, televisão e teatro.”

Ficou provado que Spacey foi repetidamente contra as obrigações contratuais de agir “de maneira profissional”, que iam de encontro a “orientações práticas e políticas razoáveis”.

Recomendadas

Uma esplanada com vista para a 7ª arte

A Cinemateca Portuguesa e o restaurante 39 Degraus propõem jantar com vista para um filme. Por outras palavras, a esplanada do nº 39, da rua Barata Salgueiro, em Lisboa, é palco de cinema ao ar livre este verão.

Cervejaria Antártida: um mergulho na gastronomia da nossa costa

Com o lema “Seafood, Beef & Cocktails”, a Cervejaria Antártida vem refrescar quem visita a Praça do Comércio, com as mais frescas propostas da costa e os mais frescos cocktails. O ambiente faz lembrar uma gruta submarina, onde os caranguejos e peixes da Bordallo Pinheiro são estrelas, numa decoração predominantemente em tons de azul e cobre

Quantos nomes tem Leonilson?

Momentos íntimos e sensíveis dão a conhecer a obra de Leonilson, na primeira retrospetiva do artista brasileiro em Portugal. Para ver até 18 de setembro no Museu de Serralves, no Porto.
Comentários