Kiev anuncia continuação do acordo sobre exportação de cereias

“A iniciativa [transporte de cereais] no Mar Negro vai ser prolongada por mais 120 dias”, disse hoje o ministro Oleksandre Koubrakov através de uma mensagem difundida hoje através da rede social Twitter.

O acordo sobre a exportação de cereais ucranianos através do Mar Negro vai ser prolongado 120 dias, confirmou hoje o ministro das Infraestruturas do governo de Kiev.

“A iniciativa [transporte de cereais] no Mar Negro vai ser prolongada por mais 120 dias”, disse hoje o ministro Oleksandre Koubrakov através de uma mensagem difundida hoje através da rede social Twitter.

De acordo com o ministro ucraniano, trata-se de um passo importante “na luta contra a crise alimentar mundial” agravada pela nova invasão da Rússia, iniciada no passado dia 24 de fevereiro.

Anteriormente, a Turquia indicava o relançamento do acordo sobre as exportações dos cereais ucranianos, “sob as mesmas condições” que se verificaram anteriormente, dizia à France Press um alto responsável turco sob anonimato.

Assim, a primeira fase da iniciativa diplomática em funcionamento desde julho sobre o transporte de cereais através do Mar Negro expira na sexta-feira e, até ao momento, permitiu a exportação de 11 milhões de toneladas a partir dos portos ucranianos.

De acordo com a fonte da agência France Press, o prolongamento do acordo vai permitir a continuação das exportações durante mais 120 dias.

 

Recomendadas

“Ameaça russa” leva países nórdico-bálticos a reerguer defesas da Guerra Fria

A “ameaça russa” está a levar os países da região nórdico-báltica a reconstruir infraestruturas de defesa que tinham sido abandonadas com o fim da Guerra Fria, reconhecem analistas.

Hungria veta ajuda à Ucrânia, forçando UE a procurar solução alternativa

Segundo o “Politico”, o veto húngaro significa ainda que as decisões sobre todos os outros assuntos na agenda dos ministros das Finanças —  incluindo uma taxa mínima de imposto corporativo, o plano de recuperação húngaro e a decisão de congelar 7,5 mil milhões de fundos da UE para a Hungria — foram adiados.

Ucrânia: Regulador cancela licença de emissão de televisão russa na Letónia

Numa publicação feita na rede social Twitter, o regulador acusou o canal russo no exílio de uma série de violações das leis da Letónia, nomeadamente por ter mostrado a península da Crimeia como parte da Rússia num mapa.
Comentários