Klarna cria carteira digital para transportar cartões de fidelização

Depois de no ano passado ter comprado a empresa alemã fornecedora de carteiras mobile, a Stocard, a Klarna cria uma nova funcionalidade na app que permite aos clientes “guardarem” cartões de forma digital.

A Klarna, serviço de banca de retalho, pagamentos e compras a nível global, anuncia hoje o lançamento do novo recurso Cartão de Fidelização na app Klarna, que permite que os utilizadores da aplicação armazenem e acedam aos seus cartões de fidelização físicos em versão digital, sem ter de os transportar na versão física.

A fintech sueca que fornece serviços financeiros on-line, que opera em Portugal, diz que os utilizadores podem assim recolher todos os pontos e benefícios em qualquer comerciante sem a necessidade de transportar os equivalentes em formato de plástico enquanto fazem compras na loja.

“Impulsionado pela aquisição do fornecedor de carteira mobile – Stocard, a principal oferta ao consumidor integra-se agora à aplicação Klarna como forma de estabelecer ainda mais uma experiência completa que gera conveniência e valor para a jornada de compra dos consumidores”, refere a empresa.

A Klarna explica que a nova funcionalidade “disponibiliza suporte a mais de 8.000 programas de recompensa de fidelização em todo o mundo, abrangendo tudo, desde roupa e beleza até tecnologia e mercearias, para ajudar a garantir que os consumidores nunca percam pontos valiosos – onde quer que façam as suas compras”.

Os consumidores portugueses entrevistados num inquérito recente da Klarna revelam que são propensos a participar em programas de fidelização que não exijam o transporte de um cartão físico, com 1 em cada 5 (20%) a ter evitado inscrever-se num programa de fidelização no passado porque não estavam dispostos a ter outro cartão ou simplesmente não querem ter quaisquer cartões físicos.

Além disso, mais de metade (51%) dos consumidores portugueses não leva consigo todos os seus cartões de fidelização enquanto faz compras, o que significa que perde regularmente recompensas ao fazer compras em loja sem o seu cartão de fidelização à mão.

A nova funcionalidade da app Klarna permite que os utilizadores armazenem os seus cartões de fidelização físicos como versões digitais no mesmo sítio. “A partir de agora, enquanto fazem compras, os utilizadores podem facilmente aceder a qualquer um dos seus cartões diretamente na app Klarna e nunca mais perder pontos de fidelização ou vantagens”, refere a empresa.

Björn Goss, gestor da Klarna e fundador da Stocard explica que  “os cartões de fidelização físicos são um inconveniente no mundo digital que hoje experienciamos e, portanto, muitas vezes são deixados em casa, resultando em consumidores que perdem negócios e comerciantes que perdem uma excelente oportunidade de reforçar a fidelização à marca”.

“Todos nós conhecemos a situação, somos convidados a participar num programa de fidelização atraente, mas não queremos carregar mais um cartão de plástico. Ao equipar os utilizadores da App Klarna com um espaço digital para juntar os seus cartões de fidelização, permitimos que colham os frutos das suas compras na loja de uma forma muito mais conveniente, ajudando a garantir que todo o dinheiro gasto conte para algum retorno”, conclui.

David Fock, Chief Product Officer da Klarna: “Na Klarna, queremos oferecer aos consumidores a melhor experiência de compra do mundo, quer seja online ou na rua. Após o lançamento da nossa nova e revolucionária ferramenta Virtual Shopping, a Klarna está agora a aprofundar-se no retalho físico, ajudando os consumidores a poupar tempo e dinheiro em todos os lugares em que comprarem. Ao equipar os utilizadores com um espaço digital para juntarem convenientemente os seus cartões de fidelização, estamos a elevar a experiência de compra física a um novo nível de conveniência e flexibilidade.”

O espaço digital do cartão de fidelização da Klarna está disponível hoje na aplicação Klarna em 18 países, incluindo Áustria, Bélgica, Canadá, Dinamarca, Finlândia, França, Alemanha, Irlanda, Itália, Holanda, Noruega, Polónia, Portugal, Espanha, Suécia, Suíça, Reino Unido e EUA. A oferta irá estender-se a outros mercados ao longo de 2022.

Recomendadas

Marques Mendes. Pilotos da TAP estão a ameaçar fazer “uma greve completamente imoral”

“Ainda por cima, falando de pilotos, falamos dos trabalhadores mais bem pagos em Portugal. Não apenas na TAP. Mas em todo o país”, disse Marques Mendes.

Ryanair desvaloriza impacto da greve do seu pessoal de cabine, falando em “perturbações menores”

“Menos de 2% dos 9.000 voos da Ryanair previstos para este fim de semana (24/25 e 26 de junho) foram afetados por greves menores e com pouco apoio das tripulações de cabine”

França pondera reabrir uma central de carvão devido à guerra na Ucrânia

A central a carvão em causa é a de Saint-Avold, na fronteira norte com a Alemanha. A ideia é a de reabrir a central provisoriamente, no próximo inverno.
Comentários