Krugman defende “verdadeira união bancária”

“Imaginem Portugal a enfrentar a troika e a pedir 25% do PIB como presente”, foi o desafio do Nobel da Economia em Lisboa


Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

O economista Paul Krugman afirmou em Lisboa que a zona euro precisa de “uma verdadeira união bancária” europeia, considerando que pensar que “a responsabilidade de apoiar os bancos em tempos difíceis é nacional é basicamente uma ideia maluca”.

“Em primeiro lugar, uma coisa que é absolutamente óbvia que tem de ser feita – e era insano não o fazer – é uma verdadeira união bancária”, afirmou Krugman, que está em Lisboa para participar numa conferência de homenagem a José Silva Lopes, promovida pelo Banco de Portugal.

Para o Nobel da Economia de 2008, “a ideia de que a responsabilidade de apoiar os bancos em tempos difíceis deve ser [uma responsabilidade] de nível nacional é basicamente maluca e é impor um risco constante”.

O economista entende que “é errado pensar nestas crises bancárias puramente como responsabilidade dos países onde elas ocorrem” e deu o exemplo da crise de 2008 nos Estados Unidos da América.

“Foi muito regional, não foi um problema nacional: 80% das perdas foram num só Estado, no Estado do Texas. Mas o Texas não teve de pagar por isso, o orçamento nacional é que pagou”, recordou Krugman.

O professor da Universidade de Princeton deu um exemplo de como funcionaria uma “verdadeira união bancária” na zona euro: “Imaginem Portugal a enfrentar a troika e a pedir 25% do PIB [Produto Interno Bruto] como presente. É isso que deve acontecer se tiverem uma verdadeira união bancária”.

OJE

Recomendadas

Conferência “Poupar e Investir para um Futuro Melhor” a decorrer em Lisboa, com o apoio do Jornal Económico

A conferência é organizada pela Optimize Investment Partners, sociedade gestora portuguesa que disponibiliza uma gama de soluções de investimento para diversos perfis de risco e objetivos. Moderada por Nuno Vinha, subdiretor do Jornal Económico, consiste numa palestra de 30 minutos de cada um dos quatro oradores, um coffee break e uma mesa redonda com espaço para perguntas e respostas e interação com a plateia.

SIBS: mais de um quinto do valor gasto na Black Friday foi em compras online

O comércio online continua a ganhar peso nas compras em Portugal. Dados da SIBS revelam que 22% do valor gasto na última Black Friday foi em compras online, um peso que bate por muito os 18% do ano passado.

União Europeia, G7 e Austrália limitam barril de petróleo russo a 60 dólares

Os 27 estados-membros da UE chegaram a acordo, esta sexta-feira, no estabelecimento de um teto máximo para o preço do petróleo russo nos 60 dólares por barril. Os sete países mais industrializados do mundo (G7) e a Austrália juntam-se na decisão.