Legislativas: Catarina Martins diz que legislativas abrem novo ciclo para a esquerda se levantar

“Precisamos de um novo ciclo que não se esqueça dos 30 mil alunos que estão sem professor a uma disciplina e desta vergonha de sabermos que o segundo período vai começar com tantas crianças e jovens sem professores”, apontou a coordenadora do Bloco de Esquerda.

Tiago Petinga/LUSA

A coordenadora do Bloco de Esquerda (BE) disse hoje que as eleições legislativas de janeiro abrem um novo ciclo para a esquerda “se levantar e ter a força” para resgatar os serviços públicos que fazem a democracia.

“O novo ciclo que estas eleições abrem, não é para se discutirem entendimentos entre o PS e o PSD para que fique tudo na mesma, mas sim para a esquerda se levantar e ter a força para resgatar salários, pensões, saúde, educação e justiça”, afirmou Catarina Martins, em Lagoa, no Algarve.

Ao discursar na apresentação do cabeça de lista do BE pelo círculo eleitoral de Faro nas legislativas de 30 de janeiro de 2022, a líder bloquista defendeu que “estas eleições devem servir um novo ciclo para discutir o país que se quer e construir uma correlação de forças que responda às necessidades” das pessoas e do país.

“Precisamos de um novo ciclo que não se esqueça dos 30 mil alunos que estão sem professor a uma disciplina e desta vergonha de sabermos que o segundo período vai começar com tantas crianças e jovens sem professores”, apontou.

No seu discurso perante os cerca de 80 apoiantes do partido, Catarina Martins apelou ao voto no BE, por considerar que “só o bloco pode fazer toda a diferença, num tempo de exigência dos que não desistem de Portugal, que assumem a responsabilidade de responder às crises do nosso tempo e que não se conformam com as desigualdades”.

Catarina Martins participou em Lagoa, no Algarve, na apresentação de José Gusmão, economista e eurodeputado eleito em 2019 pelo BE, como cabeça de lista pelo círculo eleitoral de Faro, nas eleições legislativas no próximo ano.

O candidato, de 45 anos, acumula, entre outros, os cargos de vice-presidente da Comissão de Assuntos Económicos e Monetários (ECON) e do grupo interparlamentar para as questões da deficiência, coordenador do grupo da esquerda no Parlamento Europeu na Comissão de Assuntos Fiscais e membro suplente da Comissão de Emprego e Assuntos Sociais.

José Gusmão é um dos autores do blogue sobre economia “Ladrões de bicicletas” e coautor dos livros “A crise, a troika e as alternativas urgentes”, “ABC do socialismo” e “Economia com todos”.

Relacionadas

Legislativas: Catarina Martins quer penalizar “arrogância” de António Costa

Em entrevista esta noite à RTP, a propósito das eleições legislativas antecipadas de 30 de janeiro do próximo ano, a líder do Bloco disse que quer manter-se como terceira força política do país.
Recomendadas

José Luís Carneiro, das comunidades portuguesas no estrangeiro à Administração Interna

José Luís Carneiro é o novo ministro da Administração Interna e regressa a um ministério no qual já desempenhou o cargo de assessor entre 1999 e 2000. O antigo secretário de Estado das Comunidades Portuguesas tem uma forte ligação ao poder local.

PS conquista dois mandatos do círculo da Europa e reforça maioria absoluta para 120 deputados

Depois de na primeira votação, a 30 de janeiro, PS e PSD terem conquistado um mandato cada um no círculo da Europa, na repetição da votação, o PS acabou por eleger o cabeça-de-lista pelo círculo, Paulo Pisco, mas também o segundo nome na lista, Nathalie de Oliveira.
eleições_legislativas_voto_urna_votar

Legislativas: Governo diz que votaram 152 emigrantes no fim de semana

Segundo o Governo “esse número representa um acréscimo de 31% face aos 116 cidadãos que exerceram o seu direito de voto presencial” a 30 de janeiro.
Comentários