Legislativas: Rui Rio acusa PS de deturpar propostas do PSD e insistir na mentira

O presidente do PSD, Rui Rio, acusou hoje o PS “de deturpar” as propostas sociais-democratas e de insistir na mentira, como a privatização da Segurança Social, para “amedrontar” as pessoas.

Tiago Petinga/Lusa

“E quando eles (PS) sentem que podem perder começam sempre da mesma maneira, começam a deturpar aquilo que nós dizemos e, em vez de darem as suas propostas, começam a deturpar as nossas”, afirmou Rui Rio, num discurso dirigido aos muitos apoiantes e militantes que se juntaram esta tarde em Barcelos, no distrito de Braga, para o arranque oficial da campanha eleitoral.

Rui Rio acusou o PS de dizer que o “PSD vai querer privatizar a Segurança Social”.

“Nunca o PSD disse isso, sabem que não dizem, mas como não têm propostas concretas deles próprios tratam de mentir com as propostas dos outros, ninguém vai privatizar segurança social nenhuma”, reforçou.

Garantiu que aquilo que o PSD quer é “assegurar as pensões de hoje, como inclusive as de futuro” e que “ninguém vai privatizar segurança social nenhuma” e “ninguém vai por o futuro das pensões das pessoas na bolsa”.

“Isso eu disse claramente na televisão, o PS ouviu-me a dizer isso mas insiste nessa mentira para tentar amedrontar as pessoas”, frisou.

Relacionadas

Legislativas: Rio classifica publicação sobre voto antecipado de Costa como “brincadeira”

O presidente do PSD, Rui Rio, classificou como “uma brincadeira” a publicação que fez hoje sobre o voto antecipado de António Costa, dizendo que a campanha eleitoral também tem de ser “alegre e com alguma piada”.
Recomendadas

José Luís Carneiro, das comunidades portuguesas no estrangeiro à Administração Interna

José Luís Carneiro é o novo ministro da Administração Interna e regressa a um ministério no qual já desempenhou o cargo de assessor entre 1999 e 2000. O antigo secretário de Estado das Comunidades Portuguesas tem uma forte ligação ao poder local.

PS conquista dois mandatos do círculo da Europa e reforça maioria absoluta para 120 deputados

Depois de na primeira votação, a 30 de janeiro, PS e PSD terem conquistado um mandato cada um no círculo da Europa, na repetição da votação, o PS acabou por eleger o cabeça-de-lista pelo círculo, Paulo Pisco, mas também o segundo nome na lista, Nathalie de Oliveira.
eleições_legislativas_voto_urna_votar

Legislativas: Governo diz que votaram 152 emigrantes no fim de semana

Segundo o Governo “esse número representa um acréscimo de 31% face aos 116 cidadãos que exerceram o seu direito de voto presencial” a 30 de janeiro.
Comentários