Levantamentos e compras através do Multibanco cresceram 22,6% na Madeira

No Funchal foram movimentados 1,4 mil milhões de euros, que correspondem a 62,2% do total da Região. Em sentido oposto, o Porto Moniz foi o município com o movimento mais baixo, ficando-se pelos 16,8 milhões de euros.

Em 2022, os montantes relativos às duas principais operações da rede SIBS, levantamentos e compras através de terminais de pagamento automático, consideradas no seu conjunto, atingiram um montante de 2,3 mil milhões de euros na Região Autónoma da Madeira (RAM), mais 22,6% face a 2021, indicam os dados da Direção Regional de Estatística da Madeira (DREM).

Do montante total, 1,8 mil milhões de euros foram gastos com cartões nacionais, mais 13,9% que no ano anterior, e 509 milhões de euros com cartões internacionais, mais 71,1% que em 2021.

A pronunciada subida dos montantes das operações associadas aos cartões internacionais está em linha com as estatísticas do alojamento turístico, que mostram um crescimento muito pronunciado das dormidas nos primeiros onze meses de 2022, com um crescimento de 96,5%.

Os levantamentos totalizaram 737 milhões de euros, dos quais 669,6 milhões de euros com cartões nacionais e 67,4 milhões de euros com cartões internacionais, representando acréscimos de mais 7,7%, mais 4,9% e de mais 45,7%, pela mesma ordem.

Por sua vez, as compras através de terminais de pagamento automático (TPA) rondaram os 1,6 mil milhões de euros, que se repartiram em 1,1 mil milhões de euros com cartões nacionais e 441,7 milhões de euros com cartões internacionais. Comparando com 2021, as variações foram igualmente positivas, de mais 30,8%, mais 19,5% e de mais 75,7%, respetivamente.

Os pagamentos ascenderam a 190,9 milhões de euros, o que corresponde a um aumento de 14%.

A análise dos dados dos levantamentos adicionados das compras TPA, por município, mostra que no Funchal foram movimentados 1,4 mil milhões de euros, que correspondem a 62,2% do total da Região. Em sentido oposto, o Porto Moniz foi o município com o movimento mais baixo, ficando-se pelos 16,8 milhões de euros.

Em termos de crescimento face ao ano anterior destacou-se o Porto Moniz com o maior aumento, de mais 50,8%, surgindo no polo oposto, Machico, com mais 6,6%. No Funchal, a variação foi de mais 25,6%.

Reduzindo o âmbito de análise ao quarto trimestre de 2022 observa-se que o valor dos levantamentos adicionados das compras através de TPA ascendeu aos 645,2 milhões de euros, repartindo-se em 197,7 milhões de euros de levantamentos e 447,5 milhões de euros de compras através de TPA.

Semana de 19 a 25 de dezembro foi a que registou montante mais elevado de levantamentos adicionados de compras através de TPA

De 31 de outubro a 6 de novembro, o montante de levantamentos e compras TPA fixou-se em 48,3 milhões de euros, crescendo 3,6% face à semana anterior, sendo superior em 23,1% ao da mesma semana no ano precedente.

Na semana do Black Friday, de 21 a 27 de novembro, o valor movimentado ascendeu aos 49 milhões de euros, mais 4,6% que na semana anterior e mais 12,4% do que na mesma semana de 2021.

Nas semanas seguintes, o agregado dos levantamentos e das compras através de TPA cresceu sucessivamente até ao Natal, atingindo o pico na semana que culmina no dia de Natal, com um montante de 60 milhões de euros, mais 14,5% que na semana anterior, e mais 29,7% que na mesma semana do ano precedente.

Em 2021, a semana com mais valor movimentado foi a de 13 a 19 de dezembro. Na semana após o Natal, a última de 2022, o valor movimentado voltou aos níveis da primeira semana de novembro, com o agregado de levantamentos e compras através de TPA a se fixar em 48,9 milhões de euros.

Recomendadas

Deputada do PS-Madeira defende criação de Comunidade Terapêutica de reinserção social na Madeira

A deputada do PS-Madeira à Assembleia da República destacou que este serviço existe já no Continente e nos Açores, mas foi rejeitado pelo PSD-Madeira na Assembleia Regional, razão pela qual a Madeira é a única região do país sem esta solução, que considera ser urgente e necessária.

Madeira: IASaúde reembolsou mais de quatro milhões de euros em 2022

Os números apurados indicam ainda que foram realizados mais de 50 mil atendimentos, 83% dos quais nos serviços da sede do IASaúde,, no concelho do Funchal, seguindo-se os concelhos da Câmara de Lobos e de Santa Cruz, ambos com 3% e Ribeira Brava e Machico, com 2,5%.

Câmara do Funchal investe 100 mil euros na requalificação do pátio da Escola Francisco Franco

“Esta foi uma das cinco obras candidatáveis ao Orçamento Participativo de 2020, tendo o atual executivo municipal  avançado com a obra quando chegou à autarquia em 2021”, referiu Pedro Calado, sublinhando que as outras obras foram indeferidas porque excediam o valor máximo de 100 mil euros.
Comentários