Licínio Pina reeleito CAE do Crédito Agrícola

Licínio Pina, agora foi reconduzido no cargo, está ligado ao Crédito Agrícola há mais de 30 anos


Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Aprovada com 93,3% dos votos em Assembleia Geral, no passado sábado, a única lista para os Órgãos Sociais da Caixa Central de Crédito Agrícola Mútuo, encabeçada no Conselho de Administração Executivo por Licínio Pina, deverá tomar posse a 29 de dezembro.

Eleitos por um período de três anos, 2016-2018, os novos Órgãos Sociais da Caixa Central de Crédito Agrícola Mútuo são compostos por: Mesa da Assembleia Geral, cujo presidente é Nuno Carrilho; Conselho Geral e de Supervisão, presidido por Carlos Courelas; Conselho Consultivo e pelo Conselho de Administração Executivo (CAE), presidido por Licínio Pina.

Licínio Pina, que agora foi reconduzido no cargo, está ligado ao Crédito Agrícola há mais de 30 anos, nos últimos três como presidente do CAE da Caixa Central.

OJE

Recomendadas

Maxyield lembra que método contabilístico da Galp diminuiu a subida dos lucros numa altura de “windfall taxes”

O Clube dos Pequenos Acionistas entende que “os próximos relatórios de Governo Societário da Galp poderão produzir indícios sobre as razões da renúncia do CEO Andy Brown e papel do acionista Estado através da Parpública que detém 7,5% do capital, face às considerações públicas daquele sobre o impacto da windfall na companhia e na evolução do sector no país”. 

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta segunda-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta segunda-feira.

Sindicatos põem bancos a negociar com Governo a inclusão dos reformados no “pacote” para mitigar inflação

“Os bancos concordaram com a viabilidade da sugestão dos sindicatos, tendo-se comprometido a apresentá-la ao Governo”, avançam as estruturas sindicais da UGT.