Liga chumba repetição do jogo B-SAD – Benfica

B-Sad e Sporting CP votaram a favor da repetição do encontro, enquanto o SC Braga e Académica optaram por se abster na votação. Os restantes clubes presentes na reunião da Liga recusaram a proposta.

Lusa

O jogo entre o B-Sad e o SL Benfica não será repetido. A proposta para que o encontro fosse de novo realizado nem foi admitida a discussão na assembleia geral da Liga Portugal realizada terça-feira, 21 de dezembro.

B-Sad e Sporting CP votaram a favor da repetição do encontro, enquanto o SC Braga e Académica optaram por se abster na votação. Os restantes clubes presentes na reunião da Liga recusaram a proposta.

Recorde-se que o emblema ‘azul’ queria a repetição do encontro realizado a 27 de novembro com as ‘águias’, no estádio Jamor, em que o B-Sad entrou em campo com apenas nove jogadores devido a um surto de Covid-19. A partida foi interrompida no início da segunda parte, depois do B-Sad ter ficado com seis jogadores em campo, quando o número mínimo de futebolistas exigido para jogo é de sete.

Por outro lado, foi aprovada uma adenda ao artigo nº46 do Regulamento de Competições profissionais que dita que os jogos só vão poder começar com um mínimo de 13 jogadores disponíveis por equipa, incluindo um guarda-redes.

Recomendadas

Campeonato do Mundo. Homem iraniano morto por celebrar derrota da seleção do seu país

Mehran Samak terá usado a buzina do carro em celebrações pela derrota daquele país no Mundial do Qatar antes de ser atingido a tiro, na cabeça. Os protestos contra o governo do Irão duram há mais de dois meses.

JE Podcast: Ouça aqui as notícias mais importantes desta quarta-feira

Da economia à política, das empresas aos mercados, ouça aqui as principais notícias que marcam o dia informativo desta quarta-feira.

Ronaldo mais próximo da Arábia Saudita e de voltar a ser o mais bem pago do mundo

O clube saudita é, com alguma distância, aquele que oferece melhores condições financeiras ao atleta, depois de se esgotarem as alternativas na elite do futebol europeu e de ficar claro que as equipas da MLS (liga norte-americana de futebol) não estão dispostas a ir tão longe para assegurar Ronaldo.
Comentários