Liga de Golfe Orizonte dá a tacada certeira!

Ao fim de quatro jornadas, a Primeira Liga de Golfe em Portugal já faz um balanço positivo. Mas, até novembro ainda há muita competição pela frente nalguns dos melhores campos do país.

Entre 2014 e 2017, Portugal foi eleito o melhor destino de golfe do mundo. O número de praticantes estrangeiros cresceu e a apreciação dos portugueses por estes campos excepcionais, também.

Promover a prática deste desporto em equipa, é o principal objectivo da Liga numa iniciativa da Orizonte Lisbon Golf. O torneio junta 18 equipa de 4 jogadores, fora os suplentes, dividindo-se pelos 7 campos do grupo. São participantes mistos e federados.

Jogam em confrontos directos no formato “Matchplay”, o que para os participantes permite uma estratégia muito mais desafiante e divertida. As equipas são formados por amigos, colegas de trabalho ou até clientes de empresas, reforçando o convívio na natureza.

Outra das vantagens deste formato, é a flexibilidade de presenças. Os jogadores não têm de estar em todas as jornadas, podendo conciliar a prática com outros compromissos existentes. Obrigatório é ser o melhor nas 17 etapas, para poder chegar à vitória com muitos “greens” (término de cada buraco no glossário do golfe). Uma viagem à Irlanda para jogar num dos melhores campos da Europa é o prémio final.

Em Maio o Oeiras Golf recebeu as primeiras duas jornadas e a terceira e quarta jogaram-se na Aroeira. A 13 jornadas do fim, a equipa Moragri lidera os resultados.

Este fim de semana (16 e 17 de junho), o Aroeira II recebe mais duas jornadas desta liga.

 

Este conteúdo patrocinado foi produzido em colaboração com a Liga de Golfe Orizonte.

Recomendadas

Ministra sinaliza que trabalhadores que recebem salário mínimo não terão perda de poder de compra em 2023

Vem aí uma “negociação intensa”, antecipou a ministra do Trabalho, à saída da reunião em que apresentou aos parceiros sociais as propostas do Governo para o acordo de rendimentos. Entre elas, está a vontade que o salário mínimo suba mais do que a inflação.

Fenadegas pede apoio para adegas cooperativas e produtores de vinho

A Fenadegas diz que “contrariamente às expetativas criadas, nas medidas anunciadas pelo governo para colmatar os efeitos negativos desta crise, não foi previsto nenhum apoio específico para os produtores de vinho e suas unidades de vinificação”.

Goldman Sachs prevê queda de 1% do PIB da zona euro até ao segundo trimestre

“Os sectores químico e automóvel da Alemanha confirmam que o ritmo de paralisações por causa do aumento dos custos de energia provavelmente acelerará”, reforçam os economistas do Goldman Sachs.
Comentários