Ligações fluviais entre o Barreiro e Lisboa param na quarta-feira devido a plenário

As ligações fluviais entre o Barreiro e Lisboa vão parar na quarta-feira à tarde devido a um plenário organizado pela Comissão de Trabalhadores da Soflusa, informou hoje a transportadora. As ligações, em ambos os sentidos, devem parar às 13h25 e prevê-se que comecem a ser restabelecidas pelas 16:20. Os trabalhadores vão organizar um plenário para […]

As ligações fluviais entre o Barreiro e Lisboa vão parar na quarta-feira à tarde devido a um plenário organizado pela Comissão de Trabalhadores da Soflusa, informou hoje a transportadora.

As ligações, em ambos os sentidos, devem parar às 13h25 e prevê-se que comecem a ser restabelecidas pelas 16:20.

Os trabalhadores vão organizar um plenário para discutir as alterações de horários dos auxiliares de terra e ponderam mesmo avançar para uma greve em janeiro, se a empresa não recuar.

Fonte sindical explicou à Lusa que os funcionários estão contra as alterações de horário propostas pela empresa, a falta de auxiliares de terra e a fixação de prestação de serviço no Barreiro ou em Lisboa, preferindo que se mantenha a rotatividade.

A Soflusa é uma empresa do grupo Transtejo que faz a ligação entre o Barreiro e Lisboa.

A empresa Transtejo é responsável pelas restantes ligações entre as duas margens do rio Tejo.

OJE/Lusa

Recomendadas

OCDE. Escassez de energia pode levar a recessão na Europa e aumentar inflação em 1,5 pontos percentuais

Uma escassez de energia mais grave, especialmente de gás, poderia aumentar a inflação da zona euro em 1,5 pp (pontos percentuais) e reduzir o crescimento na Europa em mais de 1,2 pp, levando a uma recessão, alerta a OCDE.

OCDE mais pessimista para 2023 vê economia da zona euro crescer 0,3% e inflação de 6,2%

Nas previsões económicas intercalares divulgadas hoje, a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) revela-se mais otimista sobre o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) da zona euro deste ano, melhorando a estimativa em 0,5 pontos percentuais (pp.) face a junho, para 3,1%, mas cortou em 1,3 pp. a de 2023 para 0,3%.

OCDE mantém crescimento global deste ano de 3% mas corta o de 2023 para 2,2%

A OCDE manteve as perspetivas de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) mundial deste ano em 3%, prevendo que as economias do G20 cresçam 2,8% (menos 0,1 ponto percentual (pp.) do que em junho).