Lojas de Cidadão realizaram 3 milhões de atendimentos presenciais em 2020

O ministério do Estado e da Administração Pública sublinha a importância do atendimento presencial, mas garante que o atendimento online “têm agora uma importância redobrada”.

As Lojas de Cidadão realizaram cerca de 3 milhões de atendimentos presenciais em 2020 e 240 mil pessoas renovaram o Cartão de Cidadão online.

Em comunicado, o ministério do Estado e da Administração Pública (MMEAP) sublinha que “o atendimento presencial e de proximidade, fundamental para garantir o acesso de todos aos serviços públicos, foi reforçado ao longo deste ano com a abertura de mais 105 novos Espaços Cidadão”.

“Existem atualmente 59 Lojas de Cidadão e 735 Espaços Cidadão distribuídos por todo o território nacional, fruto da articulação entre a Administração Central e as Autarquias. O conjunto de serviços oferecidos por estes balcões foi também alargado. Hoje é possível renovar o Cartão de Cidadão (CC) em 573 Espaços Cidadão e, destes, 55 já permitem também fazer o levantamento no local”, destaca o MMEAP.

Quanto aos pedidos online, o MMEAP garante que “têm agora uma importância redobrada, permitindo que cidadãos e empresas possam aceder a mais de 200 serviços online, sem necessidade de deslocações”. “Entre janeiro e dezembro, foram realizados perto de 240 mil pedidos de renovação do CC online e 270 mil alterações de morada”, completa.

“Prova da adesão dos cidadãos aos serviços digitais é o crescimento das Chaves Móveis Digitais que são já 2,5 milhões, sendo que destas mais de 1,5 milhões estão ativas, o que significa que foram de facto utilizadas para aceder a algum serviço”, refere o ministério.

“No que respeita às empresas, foram tramitados mais de 76 mil pedidos. A Declaração de estabelecimento Saudável & Seguro para Alojamento Local foi o mais solicitado (10.462), seguido do registo de Alojamento Local (7.574), do pedido de instalação de estabelecimento ou acesso à atividade por empresas de restauração e bebidas (4.489) e do pedido de instalação de esplanada aberta (4.431)”, enaltece o MMEAP.

O ministério aponta que “no total, o portal ePortugal, gerido pela Agência para a Modernização Administrativa (AMA), permitiu a realização de mais de meio milhão de serviços e acumulou mais de 7 milhões de visualizações de página”.

Os números destacados pelo MMEAP não ficam por aqui, tendo sido igualmente enaltecidos a quantidade de chamadas e emails para a AMA. “A atividade dos centros de contacto da AMA também registou um aumento significativo, tendo recebido um total de 1.760.827 chamadas e 399.720 emails. Com o agravamento da situação pandémica, as linhas telefónicas para cidadãos e empresas passaram de um volume médio mensal de 54.266 chamadas e de 11.946 emails (em janeiro/fevereiro de 2020) para um volume superior a 160.000 chamadas e 36.000 emails por mês”, refere o MMEAP.

Na missiva enviada às redações, o Governo promete ainda continuar “a trabalhar para aproximar o atendimento das pessoas e empresas, aprofundando a transformação digital da Administração Pública de forma inclusiva em todo o território e melhorando a acessibilidade física e digital”.

Recomendadas

Prémio Manuel António da Mota distingue associação que apoia famílias vulneráveis

Criada em 2010, e com sede em Vila Nova de Tazem, concelho de Gouveia, na Guarda, a Reencontro desenvolve atividades nas áreas social, educativa e cultural junto de pessoas e famílias em situação de vulnerabilidade ou exclusão social.

Reino Unido vai criminalizar incentivo à automutilação nas redes sociais

A ministra do Digital, Cultura e Media do Reino Unido, Michelle Donelan, afirmou que o projeto de lei será reforçado com essa ofensa para “garantir que esses atos vis desaparecem”.

Novos radares de controlo de velocidade em funcionamento no primeiro trimeste de 2023

Numa resposta enviada à agência Lusa, a ANSR indica que já se iniciaram os trabalhos de construção civil para a colocação dos 50 radares que fazem parte do Sistema Nacional de Controlo de Velocidade (SINCRO), gerido pela ANSR, “prevendo-se a entrada em funcionamento progressivamente ao longo do primeiro trimestre de 2023”.
Comentários