‘Loucura’ dos juros negativos: E se um banco lhe pagasse por pedir um crédito?

Plataforma de crédito converteu-se no pioneiro dos juros negativos, oferecendo um benefício a quem solicita um empréstimo.

A plataforma de crédito Smava anunciou uma campanha que no mínimo mudará o panorama do crédito bancário e converteu-se no pioneiro dos juros negativos, oferecendo um benefício a quem solicita um empréstimo, avança o ABC.

O que explica as condições prometidas pela Smava? A combinação de taxas de juro zero oferecidos pelo BCE e inflação, embora ainda abaixo do objectivo de 2%. A campanha dura até ao final de agosto e o empréstimo é concedido pelo banco alemão Fidor, ainda que o Smava seja o responsável.

Por exemplo, quem pede um crédito de mil dólares através da plataforma, não só não terá de pagar juros sobre o empréstimo, mas também terá de reembolsar no final um valor menor: 993,70 euros.

Neste cálculo é utilizado uma taxa de juro negativa de 0,4% a 36 meses, explica Alexander Artopé, fundador do portal de crédito.

“Não, infelizmente não podemos esperar que os bancos enlouqueçam e comecem a distribuir dinheiro a rodo”, Niels Nauhauser, diz o representante dos interesses dos consumidores em Baden-Württemberg à ABC.

O objetivo da iniciativa passará também por aliciar novos clientes de serviços bancários a comparar condições. “É surpreendente que os clientes de bancos alemães continuam a pedir um empréstimo da subsidiárias, onde vão cobrar entre 2% e 3% para o crédito ao consumo, enquanto em plataformas online pode obtê-lo gratuitamente”, diz Artope que desde novembro de 2015 tem um empréstimo a juros de 0%, ao jornal. 

Recomendadas

A parceria que privilegia a economia social e as suas organizações ganha mais três anos

Daniel Traça, Dean da Nova SBE, e José Pena do Amaral, Consultor da Comissão Executiva e Membro da Comissão de Responsabilidade Social do BPI, explicam ao JE a originalidade da parceria Iniciativa para a Equidade Social, o que envolve e o que pretende alcançar. A parceria junta a Fundação “la Caixa”, o BPI e a Nova SBE.

Fundação ”la Caixa”, BPI e NOVA SBE renovam parceria de 2,2 milhões

Iniciativa para a Equidade Social vai prolongar-se por mais três anos, até 2024, segundo acordo assinado esta tarde na Nova SBE, em Carcavelos. A parceria tem como objetivo impulsionar o sector da economia social em Portugal, através de projetos de investigação e capacitação desenvolvidos por equipas académicas especializadas.

Bancários reformados avançam com “manif” para 6 de outubro e pedem fiscalização da constitucionalidade a Marcelo

Os sindicatos da banca filiados na UGT entregaram hoje ao Presidente da República o pedido de fiscalização sucessiva previsto na Constituição relativamente ao pacote legislativo de mitigação da inflação, atendendo à sua previsível inconstitucionalidade por não incluir a totalidade dos bancários reformados.
Comentários