Louisville: uma iniciativa solidária de Pedro Sousa Pereira e Mário Cruz

O jornalista Pedro Sousa Pereira acaba de editar o álbum “Louisville”, com o fotojornalista Mário Cruz e vários músicos portugueses, que é “um manifesto” sobre a arte na prevenção do crime, a partir da realidade social norte-americana”. A iniciativa é um projeto solidário.

O jornalista Pedro Sousa Pereira acaba de editar o álbum “Louisville”, um vinil gatefold com a participação do fotojornalista Mário Cruz e de vários músicos portugueses, que é “um manifesto” sobre a arte na prevenção do crime, a partir da realidade social norte-americana”.

As vendas revertem na totalidade para o organismo Jail Guitar Doors, em Los Angeles, que usa a música como instrumento de reabilitação e reintegração de reclusos nos Estados Unidos.

O trabalho chama-se “Louisville” – cidade onde foi morta a tiro pela polícia a afro-americana de 26 anos, Breonna Taylor, em março de 2020 – porque uma parte do conteúdo do álbum concentra-se no relato, nas circunstâncias de vida e no exemplo de uma equipa de boxe da cidade do Estado do Kentucky.

Sob o lema “Arte é prevenção contra o crime”, a edição limitada “Louisville” trata a realidade política, social e económica norte-americana através de música, fotografia, textos e ilustrações.

Tendo como base uma reportagem de Pedro Sousa Pereira e do fotógrafo Mário Cruz  nos Estados Unidos, em 2020, a edição concentra-se, entre outras, nas questões do racismo, da violência provocada pelo uso de armas de fogo e nas questões económicas – que marcam a atualidade norte-americana.

As entrevistas e os sons registados em vários Estados do sul ao norte dos Estados Unidos (da Florida até à Pensilvânia) foram tratados por músicos portugueses sendo os temas apresentados num disco, em vinil.

Os músicos que participam são: Óscar Pinho; Guilherme Lucas; Rui Sousa; João Miguel; Luís Vaz Patto, Francisco Cerqueira, e as bandas LÖDO (Luís Vaz Patto, Hélder Pachorro e Luís Antero) e Thee Magnets (Carlos Moura, João Calheiros e Maurício Mau Mau).

A produção ficou a cargo de Amândio Barbosa sendo que o álbum integra a Coleção Grémio da Editora Tradisom.

O trabalho foi acolhido pelo guitarrista norte-americano Wayne Kramer (MC5) responsável pela organização Jail Guitar Doors (https://www.jailguitardoors.org/), com sede em Los Angeles, de ajuda e de reabilitação de reclusos em vários estabelecimentos prisionais dos Estados Unidos.

Os lucros desta edição limitada, em vinil, com 48 páginas (desenhos, textos e fotos) vão ser doados totalmente ao organismo Jail Guitar Doors (Los Angeles), sobretudo para a aquisição de guitarras, sob o lema “Arte é prevenção contra o crime e a violência”.

Conheça o projeto Aqui

Pode ser adquirido em https://tradisom.com/produto/louisville/

Recomendadas

2023 promete ser um ano em cheio para Serralves

Serralves abraçou o mote “Onde o futuro se cruza com a memória”, num ano em que celebra o centenário do seu emblemático Parque e a abertura da nova ala do Museu. Mas há muitas mais razões para espreitar a programação.

Grandes nomes da fotografia norte-americana do séc. XX na Casa dos Cubos

A coleção “Farm Security Administration” é um dos mais extraordinários arquivos fotográficos da História e está agora em exposição no Centro de Estudos de Fotografia – Casa dos Cubos, em Tomar, até dia 19 de março.

Balena cria materiais biodegradáveis para a moda

A Balena criou um termoplástico biodegradável e compostável que pode ser integrado nos processos de fabrico de vestuário existentes.
Comentários