Loulé recebe 1º Festival de Jazz Bernardo Sassetti

O Festival de Jazz Bernardo Sassetti pretende ser uma homenagem ao prestigiado pianista que morreu há dez anos. Até 31 de julho, Loulé vai recordá-lo, mas todos os anos terá por palco uma cidade diferente.

© Rodrigo Cabrita Large

O jazz é um género musical que move mundos e fãs. Por vezes, até move quem, não sendo apreciador, acaba por não resistir a sonoridades que, primeiro se estranham, e depois, em muitos casos, acabam por se entranhar. Fernando Pessoa, autor desta frase-imagem tantas vezes usada, não desdenharia, quiçá, um concerto. Não sabemos, mas sabemos que é já amanhã, dia 28 de julho, que tem início o 1.º Festival de Jazz Bernardo Sassetti.

Na sua essência, é um festival itinerante, pelo que todos os anos, a começar em 2022, terá lugar numa cidade diferente. Loulé recebe a primeira edição e todo município está envolvido no evento, da autarquia ao teatro local, do conservatório aos músicos de jazz da região. Logo, não podia faltar à chamada o Loulé Jazz, nem atores de relevo locais como a Casa da Cultura de Loulé, o Cineteatro Louletano e o Conservatório de Música de Loulé.

Organizado pela Casa Bernardo Sassetti, o festival integra na sua programação uma vertente formativa, ao mesmo tempo que evoca e homenageia um talento que nos deixou cedo demais. Pretexto para ouvir as composições de Bernardo Sassetti interpretadas por vários nomes reconhecidos do Jazz.

As Jam sessions no Bafo de Baco, dão o tiro de partida e prolongam-se até ao encerramento do festival: o Clara Lacerda Trio atua a 28 de julho, o Hugo Lobo Trio a 29, o Guilherme Fradinho Trio a 30 e, para fechar, o Léo Vrillaud Trio. Na sexta-feira, 29 de julho, sobem ao palco da Cerca do Convento o Mário Barreiros Quarteto, pelas 21h00, e Salvador Sobral, às 22h00.

No sábado 30, a Orquestra Jazz de Matosinhos convida a cantora Manuela Azevedo. Antes desta atuação, pelas 21h00, sobe ao palco o Mané Fernandes Trio. No domingo 31 de julho, o festival encerra com Daniel Bernardes a tocar Bernardo Sassetti a solo, às 21h00, seguindo-se o concerto do Trio Jazz Loulé, acompanhado por João Moreira, às 22h00.

Durante o festival, que conta com o apoio da Câmara Municipal de Loulé, será ainda anunciado o vencedor da quarta edição do prémio de composição Bernardo Sassetti, que atribui ao artista selecionado um prémio pecuniário no valor de 1.500 euros.

 

As Jam sessions têm entrada livre e os bilhetes para os demais concertos podem ser comprados aqui.

Recomendadas

Uma esplanada com vista para a 7ª arte

A Cinemateca Portuguesa e o restaurante 39 Degraus propõem jantar com vista para um filme. Por outras palavras, a esplanada do nº 39, da rua Barata Salgueiro, em Lisboa, é palco de cinema ao ar livre este verão.

Cervejaria Antártida: um mergulho na gastronomia da nossa costa

Com o lema “Seafood, Beef & Cocktails”, a Cervejaria Antártida vem refrescar quem visita a Praça do Comércio, com as mais frescas propostas da costa e os mais frescos cocktails. O ambiente faz lembrar uma gruta submarina, onde os caranguejos e peixes da Bordallo Pinheiro são estrelas, numa decoração predominantemente em tons de azul e cobre

Quantos nomes tem Leonilson?

Momentos íntimos e sensíveis dão a conhecer a obra de Leonilson, na primeira retrospetiva do artista brasileiro em Portugal. Para ver até 18 de setembro no Museu de Serralves, no Porto.
Comentários