Luaty Beirão termina greve de fome

O ativista luso-angolano que há 36 dias protestava por via da greve da fome contra o período excessivo de prisão preventiva a que ele e outros 14 detidos estão submetidos pôs esta terça-feira fim à greve de fome. Numa carta enviada pela família ao site Rede Angola que pode ler aqui, o rapper reafirma a […]


Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 1 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

Notice: Undefined offset: 2 in /var/www/vhosts/jornaleconomico.pt/httpdocs/wp-includes/media.php on line 1031

O ativista luso-angolano que há 36 dias protestava por via da greve da fome contra o período excessivo de prisão preventiva a que ele e outros 14 detidos estão submetidos pôs esta terça-feira fim à greve de fome.

Numa carta enviada pela família ao site Rede Angola que pode ler aqui, o rapper reafirma a sua inocência e explica as razões porque tomou a decisão de pôr fim à greva da fome numa altura em que a sua vida já corria perigo.

“Sem resposta quanto ao meu pedido para aguardarmos o julgamento em liberdade, só posso esperar que os responsáveis do nosso País também parem a sua greve humanitária e de justiça.”

A prisão de Luaty Beirão por motivos políticos motivou diversas petições, entre as quais, uma da Amnistia Internacional, subscrita pelo antigo ministro das Finanças grego, Yanis Varoufakis e por intelectuais, como o brasileiro Chico Buarque, bem como diversas vigílias em Luanda.

Henrique Luaty da Silva Beirão é filho de João Beirão, fundador e primeiro presidente da Fundação Eduardo dos Santos, já falecido.

OJE

Recomendadas

CEO da EDP diz que Portugal tem sido “exemplo de estabilidade” nos preços para as famílias

Em declarações aos jornalistas durante uma visita a um parque solar flutuante em Singapura, o CEO da EDP disse que a evolução dos preços em Portugal, incluindo um aumento médio de cerca de 3% do valor global da fatura de eletricidade dos clientes residenciais da EDP Comercial a partir de janeiro, “é uma coisa perfeitamente estável face ao enquadramento que existe”.

Topo da Agenda: o que não pode perder nos mercados e na economia esta quarta-feira

A União Europeia deverá divulgar na quarta-feira dados concretos sobre a evolução do emprego no terceiro trimestre deste ano. O indicador é importante na definição da estratégia de política monetária daqui para a frente, já que historicamente sinaliza (ou não) um cenário de recessão – uma preocupação que tem estado na agenda dos bancos centrais.

Adjudicados últimos seis lotes do concurso para fornecimento de serviços à rede SIRESP

O concurso para fornecimento de serviços à rede de emergência SIRESP foi concluído na segunda-feira, antes do prazo, com a adjudicação dos restantes seis lotes, anunciou hoje a empresa que gere o sistema.