Lucro da Embraer recua 15% no segundo trimestre do ano

De abril a junho, da empresa obteve receita líquida de cerca de 5 mil milhões de reais (933 milhões de euros), 14,8% abaixo dos 5,9 mil milhões de reais (1,1 mil milhões de euros) registados no mesmo intervalo do ano passado.

O lucro da fabricante de aeronaves brasileira Embraer recuou 15% no segundo trimestre de 2022 para 372,6 milhões de reais (69,5 milhões de euros) face aos 438,1 milhões de reais (81,7 milhões de euros) registados no mesmo período do ano anterior, informou hoje a empresa.

De abril a junho, da empresa obteve receita líquida de cerca de 5 mil milhões de reais (933 milhões de euros), 14,8% abaixo dos 5,9 mil milhões de reais (1,1 mil milhões de euros) registados no mesmo intervalo do ano passado.

Segundo a Embraer, a queda deveu-se à redução da receita provocada pelo menor número de entregas na Aviação Comercial, Defesa & Segurança, que terá sido parcialmente compensada por maiores receitas no segmento de Serviços & Suporte de aeronaves.

O resultado antes de impostos (T) e a EBIcaixa medida pelos lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização (EBITDA) ajustados foram respetivamente, de 409,2 milhões de reais (76,3 milhões de euros) e 622,8 milhões de reais (116 milhões de reais), levando a margem EBIT ajustada de 8,1% e margem EBITDA ajustada de 12,3%.

Já o fluxo de caixa da Embraer no segundo trimestre do ano registou um excedente de 486,2 milhões de reais, (90,7 milhões de euros), dado que representou uma melhoria face aos 215,7 milhões de reais (40,2 milhões de euros) de fluxo de caixa livre anunciados no mesmo período do ano anterior.

Este resultado, segundo o balanço financeiro da empresa, foi “suportado pelo desinvestimento das instalações de Évora [em Portugal], e pelo IPO [oferta de ações em abertura de capital] da EVE, que compensam as necessidades de capital de giro e a estratégia de gestão de passivos.”

A Companhia encerrou o trimestre com dívida total de 6,2 mil milhões de reais (pouco mais de 1,1 mil milhões de euros), dado que indica redução de 611 milhões de reais (114 milhões de euros) quando comparado ao segundo trimestre de 2021.

A Embraer é fabricante e líder mundial de aeronaves comerciais com até 150 lugares e tem mais de 100 clientes em todo o mundo.

A empresa brasileira mantém unidades industriais, escritórios, centros de serviço e de distribuição de peças, entre outras atividades, nas Américas, África, Ásia e Europa.

Em Portugal, a Embraer mantém-se acionista da OGMA – Indústria Aeronáutica de Portugal, com 65% do capital, em Alverca.

Recomendadas

Sindicatos atentos ao fundo pensões do BCP

Os Sindicatos Verticais da Banca asseguram aos associados do BCP que tudo farão “na defesa dos seus interesses no Fundo de Pensões do banco”.

BCE vigia 31 bancos por riscos associados à subida das taxas de juro

Banco Central Europeu lançou uma revisão dos riscos de taxa de juro e spread de crédito para avaliar a exposição dos bancos. Numa primeira fase irá monitorizar 31 instituições financeiras

CP transportou 70 milhões de passageiros e supera valores de 2019 no primeiro semestre de 2022

A CP – Comboios de Portugal registou, no primeiro semestre de 2022, um aumento da procura de 77,5%, quando comparado com o período homólogo de 2021, o que se traduz em cerca de 70 milhões de passageiros transportados.
Comentários