Lufthansa: Prejuízos de 100 milhões em seis dias de greve

Os seis dias de greve dos pilotos da Lufthansa em novembro custaram 100 milhões de euros à companhia aérea alemã.

“As greves tiveram um impacto no resultado do grupo Lufthansa estimado em 100 milhões de euros no quarto trimestre do ano”, precisa, referindo que a greve dos pilotos obrigou a cancelar quase 4.500 voos e afetou cerca de 525.000 passageiros.

Ainda assim, em novembro, o grupo Lufthansa conseguiu aumentar em 5,9% o número de passageiros, transportando um total de 7,6 milhões, mas há que ter em conta que novembro de 2015 também tinha sofrido o impacto de uma greve de sete dias do pessoal de cabine.

Dentro do grupo, a filial Austrian Airlines foi a que registou maior crescimento no número de passageiros em novembro, com um acréscimo de 10,9%, seguida pela Swiss, com um aumento de 4,3% face ao período homólogo.

Já a companhia de baixo custo Eurowings cresceu 8,9%, tendo transportado 1,3 milhões de passageiros.

Ao longo dos 11 meses, a Lufthansa transportou cerca de 101,0 milhões de passageiros, mais 1,6% do que no mesmo período de 2015.

Recomendadas

Moçambique baixa receitas fiscais do gás ao fundo soberano para 40%

Moçambique deverá ser um dos maiores exportadores mundiais de gás a partir de 2024, beneficiando não só do aumento dos preços, no seguimento da invasão da Ucrânia pela Rússia, mas também pela transição energética.

PCP defende aumento do salário mínimo nacional para 850 euros em janeiro

O secretário-geral do PCP acusou o Governo de querer “retomar todos os caminhos da política de direita, fazer comprimir ainda mais os salários, facilitar a exploração, abrir espaço para os negócios privados na saúde e na educação, condicionando ou justificando as suas opções com as orientações e imposições da União Europeia e do euro”.

Irão: Impacto das sanções dos EUA prejudica cooperação com Portugal

Mortza Damanpak Jami destaca que as relações comerciais podem sair afetadas, mas as culturais têm-se desenvolvido, com “muitas oportunidades e muitos programas ligados à cultura”.
Comentários