Lusitania apoia educação rodoviária em Benfica

A promoção da segurança rodoviária junto das crianças do primeiro ciclo é o principal objetivo do projeto “Verdinhos”, que a Lusitania Seguros está a patrocinar e que é desenvolvido em parceria com a Junta de Freguesia de Benfica. O projeto decorre junto às escolas primárias de Benfica e prevê a presença dos “verdinhos”, cuja função […]

A promoção da segurança rodoviária junto das crianças do primeiro ciclo é o principal objetivo do projeto “Verdinhos”, que a Lusitania Seguros está a patrocinar e que é desenvolvido em parceria com a Junta de Freguesia de Benfica.

O projeto decorre junto às escolas primárias de Benfica e prevê a presença dos “verdinhos”, cuja função é a de mediar a passagem das crianças nas passadeiras. Para isso, foram escolhidos quatro locais, dois na EBI Pedro de Santarém e dois na EBI Quinta de Marrocos, escolas que possuem alunos portadores de deficiências auditivas e onde este apoio é fundamental. O horário de apoio é prestado nas horas de entrada e saída dos alunos.

Nos últimos anos foram registados mais de 100 sinistros rodoviários junto à Estrada de Benfica, o que justifica o reforço das iniciativas de prevenção de acidentes. Além disso, este projeto assume uma outra dimensão social, ao valorizar o papel que os cidadãos desempregados podem prestar no desempenho deste apoio aos alunos, salienta Inês Drummond, presidente da Junta de Freguesia de Benfica. “Esta é uma iniciativa de especial importância para a freguesia de Benfica por versar áreas como a prevenção rodoviária, a segurança nas escolas e o apoio à empregabilidade, e por considerarmos que este tipo de parcerias com entidades privadas, que consigam ver nestas ações de responsabilidade social uma mais-valia no âmbito da sua atuação, são fundamentais para a implementação de projetos baseados num trabalho em rede e parceria, mitigando assim os custos no erário público”, alega a autarca.

Susana Pascoal, diretora de Marketing da Lusitania Seguros sublinha que “a economia social faz parte do nosso ADN, pelo que é muito gratificante apoiar um projeto ímpar como este, no qual a Lusitania ajuda a promover a educação e segurança rodoviária junto dos mais novos e, simultaneamente, potenciar a empregabilidade, com resultados visíveis e muito significativos em ambas as vertentes de atuação”.

 

Ana Santos Gomes / OJE

Recomendadas

Emirados Árabes Unidos vão fornecer à Alemanha gás liquefeito e gasóleo em 2022 e 2023

Segundo a agência noticiosa oficial dos Emirados, Wam, o acordo prevê a exportação de uma carga de gás natural liquefeito (GNL) para a Alemanha no final de 2022, seguida do fornecimento de quantidades adicionais em 2023.

Angola cresce 3,5% este ano, mas abranda para 1,8% em 2023

“O forte crescimento de Angola este ano dificilmente vai prolongar-se para 2023, já que a produção petrolífera deverá regressar à tendência decrescente”, lê-se numa análise às maiores economias da África subsaariana, região que deverá ver o PIB deste ano expandir-se 3,3%, abrandando face aos 4,4% do ano passado.

China diz que EUA estão a enviar “sinais perigosos” sobre Taiwan

O ministro dos Negócios Estrangeiros chinês deixou claro que uma escalada das atividades independentistas torna difícil um acordo pacífico, no que diz respeito a Taiwan,