Madeira abre licenciamentos para Gamba-da-Madeira

A região quer certificar a Gamba-da-Madeira como marca Madeira. A região autónoma deve ter capacidade para apanhar entre 15 a 20 toneladas e gerar ganhos de 500 mil euros.

Os armadores já podem pedir o licenciamento para a pesca da Gamba-da-Madeira. A Região Autónoma da Madeira quer certificar a Gamba-da-Madeira como Marca Madeira, e calcula que ganhos podem atingir os 500 mil euros.

A região esteve a estudar o potencial de aproveitamento da Gamba-da-Madeira. Foi possível concluir que existe capacidade para apanhar entre 15 a 20 toneladas por ano e gerar cerca de 500 mil euros de receita.

“Queremos aproveitar os nossos recursos de forma sustentável”, disse o presidente do Governo da Madeira, Miguel Albuquerque.

“Queremos ter um produto diferenciado, de qualidade, e que gere valor acrescentado na linha de mercado e na restauração madeirense”, acrescentou o governante, relativamente à Gamba-da-Madeira.

O período de defeso da apanha da Gamba-da-Madeira deverá acontecer entre abril e em setembro.

Recomendadas

Madeira: IHM renova campo de jogos do Bairro da Nazaré num investimento de 65 mil euros

A reabilitação daquele espaço e a introdução de um campo destinado à prática do Madeirabol, deverá constituir mais um polo de atração e recreio para os moradores, mas também para a população em geral.

Saiba que erros evitar na gestão das finanças pessoais

Faça um Plano Financeiro. Defina objetivos a curto, médio e longo prazo, mas que consiga cumprir. Quantifique-os e defina prazos. Calcule pequenas metas a curto prazo para os atingir e mantenha-se focado nesses objetivos, sem ser demasiado ambicioso.

Parlamento da Madeira pede inclusão das regiões autónomas no grupo que vai elaborar o Plano Estratégico da Pequena Pesca

“Para nós é fundamental que as Regiões Autónomas estejam salvaguardadas com uma presença efetiva, por forma a que possamos salvaguardar as especificidades da pequena pesca nas ilhas, que é diferente da que acontece no território continental”, aclarou Nuno Maciel.
Comentários