Madeira dá 5,5 milhões de euros a empresas de transportes públicos para compensar perdas de faturação

O executivo madeirense refere que devido a medidas como o confinamento obrigatório as empresas de transportes públicos chegaram a ter perdas médias na ordem dos 90%.

O Governo Regional da Madeira concedeu mais 5,5 milhões de euros às empresas de transportes públicos rodoviários, para compensar as perdas de faturação registadas em 2021.

“Devido às medidas preventivas Covid-19, implementadas desde que começou a pandemia, de que é exemplo o confinamento obrigatório, o qual restringiu a deslocação de pessoas, as companhias chegaram a registar perdas médias na ordem dos 90%”, explica o executivo madeirense.

O executivo madeirense disse ainda que reconhece que os transportes públicos rodoviários “estão a funcionar bem, dentro de um clima de paz social, beneficiando a população, com a redução do custo dos passes, com poupanças efetivas para as famílias, mas sem prejudicar o funcionamento das empresas, graças a estas ajudas compensatórias que o Governo Regional atribui de forma equitativa”.

O Governo da Madeira decidiu também autorizar, até dezembro de 2022, que os veículos ligeiros de passageiros, “a partir do oitavo ano e seguintes contados da data da primeira matrícula, licenciados para o exercício da atividade de táxi, passem a apresentar-se anualmente à inspeção periódica durante o mês correspondente ao da matrícula”.

O executivo madeirense diz reconhecer as dificuldades que o setor do táxi atravessa devido a pandemia, “pelo que esta é mais uma medida, entre outras que já estão implementadas, que visa proteger os postos de trabalho e apoiar centenas de profissionais e a subsistência das suas famílias, num setor fundamental para a economia e a boa imagem da Região”.

Recomendadas

Câmara do Funchal lança campanha gratuita de recolha de “monstros”

O Município justifica a importância desta campanha, dado o aumento da produção de resíduos na quadra natalícia que se avizinha e de forma a garantir uma maior proximidade com a população. Os munícipes deverão contactar as respetivas Juntas de Freguesias para a devida inscrição, de modo a solicitar a recolha dos “monstros” na sua residência.

Madeira: Movimento de passageiros nos aeroportos ficaram a mais de 30% acima dos valores de 2019

Entre janeiro e setembro de 2022, o movimento de passageiros nos aeroportos da RAM foi de aproximadamente 3.062,5 mil, significando um acréscimo homólogo de 134% e de 17% face aos valores registados nos primeiros nove meses de 2019. 

Madeira com défice de oito milhões de euros

À semelhança do ano anterior, mais de metade da despesa (51,9% da despesa total) foi canalizada para a área social, onde se destaca o sector da Saúde com uma execução orçamental de 280,3 milhões de euros e a Educação com 296,5 milhões de euros.
Comentários