Madeira e Açores recebem 200 milhões do PRR para a segurança do mar

Este sistema, que já vigora em território continental e é financiado por meios europeus e nacionais, tem como objetivo não só “garantir a segurança das pessoas propriamente dita, como também de atividades económicas e para impedir ações de crime e terrorismo”, destacou o cabeça de lista do PS Madeira às legislativas, Carlos Pereira.

O Governo Português irá investir, com verbas do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), cerca de 200 milhões de euros na criação de sistemas VTS nos arquipélagos da Madeira e dos Açores, com vista à segurança do mar.

Este sistema, que já vigora em território continental e é financiado por meios europeus e nacionais, tem como objetivo não só “garantir a segurança das pessoas propriamente dita, como também de atividades económicas e para impedir ações de crime e terrorismo”, destacou o cabeça de lista do PS Madeira às eleições legislativas, Carlos Pereira, avançando que o sistema VTS é “poderosíssimo”, permitindo uma vigilância “muito mais distante” da costa.

Numa visita feita pela candidatura do PS Madeira à sala de situação do Sistema Integrado de Vigilância, Comando e Controlo (CIVICC), no Comando Territorial da Madeira da Guarda Nacional Republicana, Carlos Pereira apontou para a importância de salvaguardar a segurança do mar na Região Autónoma da Madeira, visto ser uma região ultraperiférica. Tal é possível através de uma Guarda Nacional Republicana (GNR) “munida dos mais diversos equipamentos tecnológicos e embarcações”, frisou.

O candidato frisou ainda que “estamos a falar de investimentos avultados que o Estado tem previsto fazer e outros que já fez”, declarando que “esta é mais uma prova de que o Estado assume as suas responsabilidades”.

Recomendadas

Oceanos. Presidente da República destaca papel pioneiro de Portugal nas renováveis

“No caso de Portugal, fomos pioneiros em muitos campos, como as renováveis. Quando começámos a substituir outras formas de energia alguns disseram éramos tolos, não éramos, agora queremos antecipar as metas internacionais”.

DGRM vai promover venda de 743 quilos de alabote congelado que foi apreendido

Para participar da venda, cujo valor mínimo é de 2.125 euros, pressupõe-se a prévia aceitação das condições estipuladas e envio de proposta até ao dia 13 de maio de 2022.

Marcelo elogia Cavaco e aponta Conferência dos Oceanos como “oportunidade única”

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, elogiou esta segunda-feira o seu antecessor, Aníbal Cavaco Silva, considerando que deu “projeção cimeira ao mar”, e apontou a Conferência dos Oceanos como uma “oportunidade única” para Portugal.
Comentários