Madeira: exportações continuam a crescer pelo terceiro mês consecutivo

Em setembro as exportações cresceram 41%.

Rafael Marchante / Reuters

A Madeira registou um novo aumento nas exportações, tal como nas importações, pelo terceiro mês consecutivo, de acordo com os dados da Direção Regional de Estatística (DREM).

Em setembro o crescimento foi de 41%, uma melhoria face aos 33% alcançados no mês anterior. Quanto as importações verificou-se una subida de 1,1% uma regressão face aos 5% alcançados no mês anterior.

Em 2019 as exportações têm estado em terreno positivo, com excepção de junho, onde se verificou um recuo de 4%. O ano tem sido de grande expansão, no que diz respeito à exportação, tendo que as subidas mensais se situam entre os 30% e os 162%.

As importações têm tido um comportamento diferentes face às exportações. Nas importações, em 2019, verifica-se quebras entre fevereiro e maio, e subidas a variar entre 2% e 5%.

[frames-chart src=”https://s.frames.news/cards/exportacoes/?locale=pt-PT&static” width=”300px” id=”85″ slug=”exportacoes” thumbnail-url=”https://s.frames.news/cards/exportacoes/thumbnail?version=1570807665321&locale=pt-PT&publisher=www.jornaleconomico.pt” mce-placeholder=”1″]

Recomendadas

PremiumComo criar música com uma tela de pintura

A artista italiana Francesca Bringandí vive da sinestesia entre música e pintura. De 23 a 30 de outubro terá o seu trabalho exibido na Galeria Salita e, no dia da estreia, irá ainda produzir duas novas pinturas criadas ao som da música.

Madeira: Iniciativa Liberal acusa Miguel Albuquerque de tomar decisões que favorecem o “mundo mediático” sobre a realidade

O partido considera que esta é uma estratégia que não leva ao desenvolvimento nem à criação de riqueza e que o presidente do executivo madeirense “vive acobertado pelo imediato absoluto”.

PremiumSotheby’s espera crescer na casa dos dois dígitos na Madeira em 2023

Em 2023 a previsão é de um aumento no investimento no imobiliário na região. A empresa deve fechar 2022 com o melhor desempenho de sempre desde que está na Madeira.
Comentários