Madeira festeja novo ano com espetáculo pirotécnico de um milhão de euros

Espectáculo pirotécnico terá a duração de oito minutos com uma “apoteose de 25 segundos”.

O espetáculo de pirotecnia que festeja a chegada do novo ano na Madeira custa cerca de um milhão de euros, tem a duração de oito minutos e inclui 38 postos de lançamento de fogo em terra e no mar.
“Tal como em outros anos, o espetáculo durará oito minutos e terá uma apoteose de 25 segundos, como manda a tradição da Madeira”, disse à Lusa Carlos Macedo, da Macedo”s Pirotecnia, empresa mais uma vez responsável pelo fogo de artificio.

O espetáculo deste ano tem o tema “Madeira em Festa” e “é inspirado nas tradições madeirenses do Natal e final de ano”, tendo sido “desenvolvido de raiz e em exclusivo” para a ocasião. Segundo Carlos Macedo, existirão “21 quadros pirotécnicos, com cores, tipologias e sons próprios”. As cores escolhidas para o espetáculo deste ano passam “pelos laranjas, púrpuras, dourados, prateados, magenta e as cores básicas”.

Para que os oito minutos de fogo-de-artifício aconteçam, explicou Carlos Macedo, foram transportadas “520 toneladas de material para a Madeira”, numa operação que já se iniciou em 9 de Dezembro.
Serão utilizados 8.317 quilos de pólvora para um total de 24 toneladas de fogo, que será disparado às 00h00 de 1 de Janeiro.

Para que os disparos aconteçam, a empresa divide a operação de montagem em fases. “Entre 14 e 23 de Dezembro vamos organizando tudo, para depois recomeçar em 26 com as ligações elétricas e colocar tudo no terreno em 29”, explicou.

“Colocar no terreno” implica montar dois postos de fogo na ilha do Porto Santo, cinco postos em batelões ancorados na baía do Funchal e os restantes 31 postos de fogo no “anfiteatro” que configura a cidade do Funchal.

Recomendadas

Proteção Civil avisa para cheias e inundações no sul do país até segunda-feira

Para segunda-feira, as previsões são de “períodos de chuva ou aguaceiros, mais frequentes e intensos na região Sul, com possibilidade de ocorrência de trovoada” e “vento fraco a moderado (até 30 km/h) do quadrante leste, sendo moderado a forte (30 a 40 km/h) do quadrante sul na região Sul até ao meio tarde, e nas terras altas, com rajadas até 70 km/h”.

Covid-19. França não descarta regresso da máscara e apela à vacinação

O ministro francês da Saúde, François Braun, garantiu este domingo não descartar o regresso da obrigatoriedade do uso de máscara, face ao aumento do número de infetados por Covid-19, e apelou à vacinação.

Associação Zero: Legislação de proteção dos solos está “na gaveta” há sete anos

De acordo com a nota de imprensa, um estudo da Agência Portuguesa do Ambiente, de 2017, concluiu que o país “ganharia cerca de 25 milhões de euros em seis anos, em resultado da publicação do ProSolos, aos quais se acrescentariam ganhos ambientais e na saúde pública”.
Comentários