Madeira: IASAÚDE apoia com mais de 1,2 milhões de euros tratamentos de Medicina Física e Reabilitação

Os dados do primeiro semestre deste ano indicam que 88% do valor apurado corresponde ao pagamento efetuado no âmbito das parcerias público-privadas, entre o Governo Regional da Madeira, através do IASAÚDE, e diversos prestadores da RAM.

Nos primeiros seis meses de 2022, o Instituto de Administração da Saúde (IASAÚDE) realizou o pagamento de mais de 1,2 milhões de euros referente a atos, técnicas e tratamentos na área da Medicina Física e de Reabilitação (MFR).

Este apoio surge através dos acordos de faturação existentes com prestadores da área da MFR. Os dados do primeiro semestre deste ano indicam que 88% do valor apurado corresponde ao pagamento efetuado no âmbito das parcerias público-privadas, entre o Governo Regional da Madeira, através do IASAÚDE, e diversos prestadores da RAM.

Neste período foram contabilizadas um total de 9.347 requisições, o que corresponde a 2.984 beneficiários do SRS assistidos ao abrigo dos acordos de faturação estabelecidos. Atualmente, existem oito prestadores de MFR com acordo de faturação.

A lista pode ser consultada através do site institucional do IASAÚDE (www.iasaude.pt).

Por outro lado, o apoio para a realização atos, técnicas e tratamentos na área da Medicina Física e de Reabilitação surge também através do reembolso das despesas de saúde desta mesma área. Desta forma, foram cerca de 92 mil os processos (atos) pagos, num valor total de 148,5 mil euros.

Recomendadas

Câmara do Funchal quer criar mais e melhores condições para um desporto inclusivo

“Queremos uma cidade cada vez mais inclusiva e integradora”, defendeu a vereadora com os pelouros da Acção Social, Helena Leal, na apresentação dos terceiros Campeonatos do Mundo de Basquetebol e Judo para Atletas Síndrome de Down – Madeira 2022.

Saiba que tipo de informação é dada pela nova etiqueta energética

A informação que consta da etiqueta varia conforme o equipamento, mas existe um conjunto de informação comum.

UMa promove Macaronight para debater adaptação às alterações climáticas e restauração das águas e oceanos

Na Madeira, o projeto é liderado pela Universidade da Madeira e tem como parceiros a Secretaria Regional de Educação, a Câmara Municipal do Funchal, a ARDITI e a StartUp Madeira.
Comentários