Madeira: JPP denuncia que falhas da Ryanair comprometem reembolsos

Élvio Sousa solicita aos madeirenses lesados que façam chegar os seus problemas, com vista a definir uma metodologia eficaz para a rápida resolução do assunto.

O líder do grupo parlamentar do Juntos pelo Povo (JPP), Élvio Sousa, denunciou que o reembolso do subsídio social de mobilidade está em causa por alegadas situações processuais por parte da companhia irlandesa Ryanair.

“Dezenas de reclamações têm sido encaminhadas pelos clientes nas últimas semanas. Em causa, estão as situações de compra direta de bilhetes aéreos na companhia, e que para efeitos de reembolso do subsídio social de mobilidade, a Ryanair não fornece os dados fiscais obrigatórios ao processamento do referido reembolso”, apontou.

Nesse sentido, Élvio Sousa solicita aos madeirenses lesados que façam chegar os seus problemas, com vista a definir uma metodologia eficaz para a rápida resolução do assunto.

“A verdade é que, além de termos de adiantar o valor total da tarifa, num modelo de subsídio mal feito de início, os madeirenses ainda têm de penar, de loja em loja, e no balcão do aeroporto, para receber o reembolso. Estamos a ser lesados duas vezes: por ter de adiantar a quantia, e depois pela passividade da companhia, do Estado e da Região na resolução deste problema”, frisou.

“Esta terceira companhia foi apresentada com pompa e circunstância visando melhorar a continuidade territorial, e nas palavras de Eduardo Jesus uma grande aposta da Região no reforço da conetividade e simultaneamente na diversificação de mercados de origem. Todavia, a companhia tem de cumprir a lei, e não comprometer o direto dos madeirenses na hora de receber os reembolsos”, destacou o deputado.

Élvio Sousa, por fim, realçou que o Governo Regional e o Governo da República têm de ser mais céleres na resolução desta matéria, e pressionar para o cumprimento das regras. Além disso, alerta os deputados eleitos pelo círculo da Madeira na Assembleia da República, para colocarem esta situação no âmbito das suas ações parlamentares como prioritária

Recomendadas

Câmara do Funchal quer criar mais e melhores condições para um desporto inclusivo

“Queremos uma cidade cada vez mais inclusiva e integradora”, defendeu a vereadora com os pelouros da Acção Social, Helena Leal, na apresentação dos terceiros Campeonatos do Mundo de Basquetebol e Judo para Atletas Síndrome de Down – Madeira 2022.

Saiba que tipo de informação é dada pela nova etiqueta energética

A informação que consta da etiqueta varia conforme o equipamento, mas existe um conjunto de informação comum.

UMa promove Macaronight para debater adaptação às alterações climáticas e restauração das águas e oceanos

Na Madeira, o projeto é liderado pela Universidade da Madeira e tem como parceiros a Secretaria Regional de Educação, a Câmara Municipal do Funchal, a ARDITI e a StartUp Madeira.
Comentários