Madeira: JPP diz que Pedro Ramos foge dos problemas da Saúde na Região quando fala do SNS

Paulo Alves realçou o aumento de “86% nas listas de espera do SESARAM, desde que Miguel Albuquerque tomou posse, em 2015”, situação “inadmissível para uma Região com pouco mais de 250 mil habitantes”, referiu.

O deputado do Juntos pelo Povo (JPP), Paulo Alves, disse, esta segunda-feira, que o Secretário Regional da Madeira, Pedro Ramos, “está mais preocupado em criticar o Serviço Nacional de Saúde (SNS) do que em falar e tentar resolver os problemas que afetam o Serviço Regional de Saúde (SRS)”, o que, no entender do deputado do JPP, não passa de uma “manobra de distração para desviar as atenções dos verdadeiros problemas da Saúde regional”.

Paulo Alves realçou o aumento de “86% nas listas de espera do SESARAM, desde que Miguel Albuquerque tomou posse, em 2015”, situação “inadmissível para uma Região com pouco mais de 250 mil habitantes”, referiu.

O deputado incitou Pedro Ramos a se focar na Região: “sabemos de pessoas que estão em lista de espera há sete, oito, nove anos para uma cirurgia às cataratas, pessoas que aguardam três, quatro, cinco anos por uma ressonância magnética”.

Noutros casos, “existem adiamentos de cirurgias, como tem acontecido na ortopedia, de uma forma constante, e sem qualquer explicação, principalmente em pessoas idosas”, além de “tantos outros adiamentos na realização de exames de diagnóstico devido a avarias constantes dos equipamentos”, frisou.

O deputado destacou que várias situações já vieram a público, “mas o Secretário não fala do assunto, não esclarece os utentes e os familiares. É mais fácil criticar a casa alheia ao invés de governar na sua”.

Para o JPP a situação torna-se ainda mais grave quando “já são os próprios médicos de família que encaminham para o privado pois o público não dá resposta. E quem não pode pagar, como fica”, questiona.

“Além de inadmissível, toda esta situação está a tornar-se caricata pois há pessoas que já tinham cirurgia marcada, já tinham realizado o teste à Covid-19 e foram depois contactadas com a informação do adiamento da cirurgia por tempo indeterminado. Isto é brincar com a Saúde das pessoas”, sublinha.

“Estamos a um ano de eleições regionais, está mais do que no momento do Governo Regional criar um verdadeiro plano, eficaz e transparente de combate às listas de espera, e não mais um plano de recuperação de cirurgias a conta gotas como o que temos assistido até agora”, concluiu.

Recomendadas

O excesso de peso da mochila pode ser prejudicial à saúde do seu filho

É importante redobrar os cuidados e repensar nos materiais a levar para a escola, já que a mochila com peso tem um forte impacto na postura da criança.

Madeira: ACIF participa na quinta reunião transnacional do projeto BLUE-TEC

O projeto visa promover o crescimento inteligente do turismo náutico e costeiro da Macaronésia.

PSD/Açores disponível para novo modelo de financiamento dos bombeiros

O deputado regional social-democrata Luís Soares considerou necessário “saber como funcionam os mecanismos de acesso aos fundos comunitários, mantendo uma porta direta pelos bombeiros, em vez das candidaturas serem elegíveis somente através das câmaras municipais”.
Comentários