Madeira: JPP pede ao Governo estudo sobre requalificação da Marina do Lugar de Baixo

O partido considera que o presidente do executivo madeirense tem a obrigação de esclarecer a população. “Tendo o estudo na sua posse, revelá-lo, sem secretismos. Um esboço desta natureza não deve estar no segredo de meia dúzia e numa gaveta da Quinta Vigia”, diz o JPP.

O JPP fez chegar um pedido à Secretaria Regional dos Equipamentos e Infraestruturas para a disponibilização do estudo sobre a requalificação da Marina do Lugar de Baixo.

O partido diz que a divulgação deste estudo é fundamental tendo em conta que o presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque,  “prometeu devolver o espaço à população e a verdade é que nem o Orçamento, nem o Plano de Investimentos para 2023, referem um euro de investimento naquele espaço”. A força partidária sublinha que se trata de “um logro, um desrespeito para com os madeirenses, mas acima de tudo” para com a população do Lugar de Baixo e da Ponta do Sol.

“Entretanto, é função e obrigação do JPP vigiar os atos da governança. Segundo os termos do contrato de prestação de serviços para a elaboração desse estudo para a requalificação da Marina do Lugar de Baixo, assinado a 25 de maio de 2022, e com um custo de 25 mil euros sem IVA, o Laboratório Nacional de Engenharia Civil deveria ter entregue o estudo nos finais de julho. Estamos em novembro e é obrigação de Miguel Albuquerque esclarecer a população, tendo o estudo na sua posse, revelá-lo, sem secretismos. Um esboço desta natureza não deve estar no segredo de meia dúzia e numa gaveta da Quinta Vigia”, considera o JPP.

A força partidária lembra que a Marina do Lugar de Baixo e a consolidação da encosta custou 100 milhões de euros, “sendo uma das obras faraónicas mais nefastas dos governos PSD”, acrescentando que “pela costa do Lugar de Baixo, observam-se os despojos desses 100 milhões deitados ao mar, com blocos de cimento e emaranhados de ferro, uma autêntica vergonha, impedindo a fruição do espaço natural e das belezas do Lugar de Baixo que a natureza nos oferece, a nós madeirenses e a quem nos visita”.

Recomendadas

Madeira: IHM renova campo de jogos do Bairro da Nazaré num investimento de 65 mil euros

A reabilitação daquele espaço e a introdução de um campo destinado à prática do Madeirabol, deverá constituir mais um polo de atração e recreio para os moradores, mas também para a população em geral.

Saiba que erros evitar na gestão das finanças pessoais

Faça um Plano Financeiro. Defina objetivos a curto, médio e longo prazo, mas que consiga cumprir. Quantifique-os e defina prazos. Calcule pequenas metas a curto prazo para os atingir e mantenha-se focado nesses objetivos, sem ser demasiado ambicioso.

Parlamento da Madeira pede inclusão das regiões autónomas no grupo que vai elaborar o Plano Estratégico da Pequena Pesca

“Para nós é fundamental que as Regiões Autónomas estejam salvaguardadas com uma presença efetiva, por forma a que possamos salvaguardar as especificidades da pequena pesca nas ilhas, que é diferente da que acontece no território continental”, aclarou Nuno Maciel.
Comentários