Madeira lança campanha para promover literacia na saúde

Entre os temas abordados estarão: a alimentação saudável, a promoção da atividade física, a prevenção de acidentes em diferentes idades e contextos, a saúde mental ao longo da vida, a prevenção de consumos de substâncias psicoativas, a prevenção de consumos de álcool e tabaco, o sono e o repouso recomendados e o uso adequado da medicação.

A Direção Regional de Saúde (DRS) vai promover uma campanha que tem como objetivo de aumentar a literacia na saúde, com o tema “Natal com a LiS”, e com isso reforçar comportamentos e estilos de vida saudáveis.

“A evidência tem demonstrado que um baixo grau de literacia em saúde resulta em escolhas menos saudáveis, comportamentos mais arriscados, pior saúde, menor capacidade de auto-gestão e mais hospitalizações. Por outro lado, a promoção da literacia em saúde exige que as pessoas sejam preparadas e apoiadas para os processos de decisão”, salienta a Direção Regional.

“Personificando a Literacia em Saúde, a “LiS” é uma personagem animada que estará ativa diariamente nas redes sociais e outros meios de comunicação, lançando lembretes sobre escolhas, comportamentos e estilos de vida saudáveis”, explica a DRS.

Entre os temas abordados estarão: a alimentação saudável, a promoção da atividade física, a prevenção de acidentes em diferentes idades e contextos, a saúde mental ao longo da vida, a prevenção de consumos de substâncias psicoativas, a prevenção de consumos de álcool e tabaco, o sono e o repouso recomendados e o uso adequado da medicação.

Recomendadas

Funchal: Coligação Confiança vê proposta sobre ruído chumbada pelo PSD

A proposta previa auscultação prévia a um leque abrangente de entidades que incluem não só as forças de segurança, a ARAE, a ACIF e os sindicatos representativos do sector das actividades económicas, mas também a Provedoria da Justiça, os munícipes que tenham apresentado reclamação sobre ruído nos últimos cinco anos e demais interessados.

Câmara do Funchal aprova benefícios fiscais para novo projeto de reabilitação urbana

Pedro Calado destacou a aposta que a autarquia está a fazer na recuperação de imóveis degradados com a atribuição de benefícios fiscais, quase todas as semanas.

Valor da comercialização de Vinho da Madeira cresceu 8,4% apesar da quantidade ter recuado 2,7%

A comercialização no mercado nacional atingiu os 583,4 mil litros e rendeu um valor aproximado a 5,3 milhões de euros, dos quais 463,9 mil litros e 4,1 milhões de euros são das vendas efetuadas na Região Autónoma da Madeira.
Comentários