Madeira leva Festa da Flor para mundo virtual no Minecraft

O Mundo da Festa da Flor, desenvolvido em parceria com o Visionarium, permite aliar a experiência de game-based learning à tradicional forma de ensino, potenciando a celebração deste evento e envolvendo os mais jovens na tradição, bem como a captação da atenção do mundo para este momento singular da Região.

A Microsoft e a Região Autónoma da Madeira celebram a Festa da Flor com várias iniciativas lúdicas e de aprendizagem a decorrer mundialmente no Minecraft através das escolas da região.

A ter início já esta quinta-feira, 5 de maio, esta iniciativa, que junta, pela primeira vez, a educação e a tradição, é dirigida aos alunos e professores do primeiro e do segundo ciclo, bem como a toda a comunidade com curiosidade em explorar este novo mundo virtual.

Através do jogo pedagógico de referência da Microsoft, o Minecraft: Education Edition, os professores da Região Autónoma da Madeira terão oportunidade de levar os alunos a explorar a plataforma e a computação, no cenário da Festa da Flor, em benefício da aquisição de conhecimentos nas áreas de Português, Matemática, Estudo do Meio e Ciências Naturais.

O Mundo da Festa da Flor, desenvolvido em parceria com o Visionarium, permite aliar a experiência de game-based learning à tradicional forma de ensino, potenciando a celebração deste evento e envolvendo os mais jovens na tradição, bem como a captação da atenção do mundo para este momento singular da Região.

Para a Diretora da Educação e Filantropia da Microsoft Portugal, Sandra Martinho, “o jogo é, e sempre foi, uma linguagem universal, que passa de geração em geração. Associado ao lazer, mas também ao desenvolvimento de diversas competências, assume hoje, na era digital, um papel primordial na captação da atenção dos alunos, na motivação dos professores e na captação do envolvimento das comunidades, quer sejam locais, regionais ou mesmo mundiais”.

“Além de recorrermos ao Minecraft para impulsionar a aprendizagem, procurámos, juntamente com a Região da Madeira, aliar este novo método de ensino à Festa da Flor, tirando o melhor proveito destes ‘dois mundos’: aprender de forma criativa e dar a conhecer esta festa tão singular”, realça.

O Secretário Regional da Educação, Ciência e Tecnologia, Jorge Carvalho, salienta que a Madeira vê a tecnologia como um meio de qualificação dos alunos e de melhoria da qualidade do ensino nas escolas.

“Por esse mesmo motivo, e com o apoio da Microsoft, decidimos levar a Festa da Flor, o nosso principal evento que dá as boas-vindas à chegada da primavera, até ao universo digital do Minecraft para continuar a qualificar, de forma diferenciadora, os mais jovens, ao mesmo tempo que mantemos a tradição viva e a perpetuamos no espaço e no tempo virtual”, vinca o governante.

Ao longo deste mês, os alunos e professores terão acesso a tutoriais sobre o uso do Minecraft e três atividades sobre o Muro da Esperança (Português), os Tapetes de Flores (Matemática) e um Peddy Paper da Flora da Madeira (Estudo do Meio/Ciências Naturais). Este mundo está disponível, com visibilidade externa a nível nacional, bem como internacional, para todo o mercado da educação.

Recomendadas

Universidade da Madeira acolhe evento sobre empreendedorismo no ensino superior das regiões ultraperiféricas

O projeto INCORE tem duração de dois anos e é financiado pela União Europeia, através do European Institute of Innovation & Technology (EIT), no valor de um milhão e duzentos mil euros.

Madeira soma 41 acidentes de viação numa semana

Estes acidentes resultaram em dois feridos graves, um na Ribeira Brava e outro em Santa Cruz.

Câmara do Funchal: Instalação de 15 colmeias para projeto de apicultura já recolheu 60 quilos de mel

A autarquia refere que o objetivo do projeto passa por “contribuir para o fomento da biodiversidade do Parque Ecológico, para a preservação da abelha e para a divulgação da atividade como referência para a sustentabilidade dos ecossistemas florestais”.
Comentários