Madeira: Movimento de passageiros nos aeroportos ficaram a mais de 30% acima dos valores de 2019

Entre janeiro e setembro de 2022, o movimento de passageiros nos aeroportos da RAM foi de aproximadamente 3.062,5 mil, significando um acréscimo homólogo de 134% e de 17% face aos valores registados nos primeiros nove meses de 2019. 

Os aeroportos da Região Autónoma da Madeira (RAM) registaram, no terceiro trimestre de 2022, um movimento de passageiros na ordem dos 1.288,5 mil, o que representou uma variação homóloga positiva de 49,2%. Comparativamente a idêntico trimestre de 2019, constata-se um acréscimo de 30,6%, indicam os dados da Direção Regional de Estatística da Madeira (DREM).

Nos dois aeroportos da RAM houve um aumento do movimento de passageiros, com a Madeira e o Porto Santo a registarem variações homólogas de 50,2% e 38,6%, respetivamente. Quando comparado com o mesmo período de 2019, os valores foram superados em 30,4%, na Madeira e 33,7%, no Porto Santo.

Entre janeiro e setembro de 2022, o movimento de passageiros nos aeroportos da RAM foi de aproximadamente 3.062,5 mil, significando um acréscimo homólogo de 134% e de 17% face aos valores registados nos primeiros nove meses de 2019.

No que diz respeito à carga aérea, observou-se nos aeroportos da RAM, no terceiro trimestre do ano, um ligeiro decréscimo de 0,9% (menos 13,2% face a 2019). Nos dois aeroportos da RAM, as mercadorias descarregadas foram incrementadas em termos homólogos em 14,1% (mais 10,7% face ao terceiro trimestre de 2019), contrariamente às mercadorias carregadas que se reduziram em 24,8% (menos 42,5% relativamente ao mesmo período de 2019).

Recomendadas

Madeira com défice de oito milhões de euros

À semelhança do ano anterior, mais de metade da despesa (51,9% da despesa total) foi canalizada para a área social, onde se destaca o sector da Saúde com uma execução orçamental de 280,3 milhões de euros e a Educação com 296,5 milhões de euros.

Governo Regional da Madeira investe mais de 80 milhões de euros em medicamentos

O envelhecimento demográfico, as doenças crónicas e a introdução de novos medicamentos aumentam as necessidades em saúde, a que o Serviço Regional de Saúde procura responder, sendo que existem doentes que exigem investimentos entre 20 mil a 500 mil euros.

Madeira: Miguel Iglésias representa AR em reunião sobre o papel dos Parlamentos Nacionais na União Europeia

O encontro de trabalho, que decorreu por videoconferência, juntou representantes dos parlamentos dos países da União Europeia e o vice-presidente e Comissário Europeu para as Relações Interinstitucionais e Prospetiva, Maroš Šefčovič.
Comentários