Madeira: PAN considera que hegemonia do PSD é má para a democracia e degenera em maus atos de governação

O partido diz que sob a liderança do presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, se tem instalado na sociedade madeirense uma cultura de medo.

A comissão política do PAN Madeira que a longa hegemonia do PSD é “má para a democracia” e “inevitavelmente degenera” em maus atos de governação.

O PAN demonstrou a sua “especial preocupação” com a postura truculenta dos governantes do PSD Madeira.

“Consideramos que é importante que exista um projeto cidadão aglutinador que termine com este governo do PSD, que se governa e governa para os seus, perseguindo, destituindo, difamando e saneando todos aqueles que se opõem aos seus mandos e demandos”, diz a comissão política do partido.

“Casos como o do Dr. Rafael Macedo (perseguido, difamado, suspenso e exilado, onde ganhou em tribunal ao processo que lhe foi movido pelo Serviço Regional de Saúde (SESARAM), da responsável pela Escola de Formação em Proteção Civil e Bombeiros Regional (uma profissional reconhecidamente de excelência que fez um extraordinário trabalho e viu-se enviada para uma fábrica desativada), da Dr.ª Letícia Abreu (cuja comissão de serviço foi simplesmente terminada), do premiado diretor da escola do Curral das Freiras (que foi perseguido, difamado, suspenso e ganhou em tribunal o processo contra a Secretaria da Educação, mas entretanto este já tinha extinto aquela que foi a melhor escola pública portuguesa nos exames nacionais de 2015), entre tantos outros, que ao invés de não acontecerem, continuam a multiplicam-se pela região”, acrescentou o PAN Madeira.

O partido diz ainda que sob a liderança do presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, se tem instalado na sociedade madeirense uma cultura de “medo, onde o mérito se tornou palavra vã, usada avulso para tirar fotografias aos governantes e os seus apaniguados com grupos de crianças e jovens, mas o medo espalha-se e o aparelho do estado é lançando com todo o seu poder contra todos aqueles que pensam de modo diferente”.

O PAM sublinha que a cultura de medo deve ser sucedida por uma cultura de empatia, que tenha uma “real aposta” na educação e na valorização de todas as pessoas e não só as pessoas portadoras de cartão do PSD.

“Este deve ser o nosso caminho, não podemos desistir, porque este é o nosso tempo de fazermos tudo o que está ao nossa alcance para contribuirmos para uma Madeira democrática, onde se inspire e respire liberdade”, refere o PAN.

Recomendadas

Zona oeste do Funchal vai ter 1.900 novas habitações nos próximos quatro anos

A revelação foi feita pelo Presidente da Câmara Municipal do Funchal, Pedro Calado, na inauguração das instalações da “ZOME Madeira”, marca que substitui a “7M Real Estate” no mercado imobiliário regional.

Despesa do Governo Regional da Madeira aumenta 3,5% e receita sobe 5,9%

O Governo Regional atribui o aumento da receita à “evolução ascendente evidenciada essencialmente pela componente fiscal”, que ascendeu 9,1% (ou +26,3 milhões de euros), devido à recuperação evidenciada este ano após a pandemia.

Praia da Doca do Cavacas interdita a banhos

A interdição, que vai durar pelo menos até sexta-feira, deve-se à deteção de poluição nas águas do mar. A praia vai continuar aberta ao público mas condicionada à não utilização para banhos.
Comentários