Madeira: passe sub-23 vai custar até 1,4 milhões de euros

O executivo madeirense estabeleceu um acordo com a Horários do Funchal para a implementação do passe sub23 entre 2019 e 2029.

O Governo da Madeira vai ter um custo máximo de 1,3 milhões para apoio à implementação do passe sub-23. O executivo madeirense estabeleceu um acordo com a Horários do Funchal, empresa de transportes públicos, para a implementação do passe sub-23, na região, entre 2019 e 2029.

Na resolução publicada em jornal oficial é dito que face ao actual quadro legal cabe ao executivo madeirense pagar as indemnizações compensatórias referentes ao passe sub23.

É ainda dito na mesma resolução que alteração feita pelo Governo central, “ao invés de garantir à Região o suporte financeiro da extensão de âmbito territorial do passe “sub23@superior.tp”, transferiu para o Governo Regional a responsabilidade financeira com os custos desta medida”.

[frames-chart src=”https://s.frames.news/cards/oe2019-municipios/?locale=pt-PT&static” width=”300px” id=”895″ slug=”oe2019-municipios” thumbnail-url=”https://s.frames.news/cards/oe2019-municipios/thumbnail?version=1545246555553&locale=pt-PT&publisher=www.jornaleconomico.pt” mce-placeholder=”1″]

Recomendadas

Funchal: PAN critica “tiques de absolutismo” de PSD e CDS-PP

O partido diz que o Orçamento Municipal do Funchal, que foi aprovado na Assembleia Municipal, permite concluir que estamos perante uma vereação “sem rasgo, sem ideias, conduzida por um presidente de Câmara, Pedro Calado, cuja capacidade de resolução de problemas já é considerada, por um número crescente e cada vez maior de habitantes do Funchal, como uma desilusão”.

Madeira lança campanha para promover literacia na saúde

Entre os temas abordados estarão: a alimentação saudável, a promoção da atividade física, a prevenção de acidentes em diferentes idades e contextos, a saúde mental ao longo da vida, a prevenção de consumos de substâncias psicoativas, a prevenção de consumos de álcool e tabaco, o sono e o repouso recomendados e o uso adequado da medicação.

Asseco PST e LOQR estabelecem parceria para reforçar ligação à lusofonia

Com esta parceria as empresas pretendem auxiliar as instituições financeiras no seu processo de aceleração digital.
Comentários