Madeira: PCP pede apoios para a renovação da frota pesqueira de peixe de espada preto

O partido pede que o Governo Regional garanta no Orçamento Regional para 2023 a existência de apoios regionais para a renovação da frota pesqueira de peixe espada preto, para “melhorar as condições de segurança, habitabilidade, conforto, trabalho e conservação do pescado a bordo, independentemente da existência de apoios nacionais e comunitários para fins idênticos”.

O PCP reivindica apoios nacionais e regionais que permitam renovar a frota pesqueira de peixe espada preto da Madeira.

O partido, num projeto de resolução, entregue na Assembleia Legislativa da Madeira, pede que se faça um levantamento do número de embarcações e dos montantes financeiros necessários para a renovação da frota pesqueira de peixe espada preto.

O PCP considera que o Governo Regional deve garantir apoios financeiros, no segundo semestre, para “minimizar as débeis condições” de segurança, habitabilidade, conforto, trabalho e conservação do pescado a bordo.

Outra das medidas defendidas pelo partido passa pelo Governo Regional garantir no Orçamento Regional para 2023 a existência de apoios regionais para a renovação da frota pesqueira de peixe espada preto, para “melhorar as condições de segurança, habitabilidade, conforto, trabalho e conservação do pescado a bordo, independentemente da existência de apoios nacionais e comunitários para fins idênticos”.

O partido considera que “mais uma vez a União Europeia virou as costas aos pescadores” da Madeira.

“Ao contrário do que estava perspetivado em 2019, o Fundo Europeu dos Assuntos Marítimos, das Pescas e da Aquicultura (FEAMPA), para vigorar entre 2021-2027, continua a impossibilitar o financiamento comunitário da renovação da frota de pesca de pequena escala, de onde resulta como consequência negativa a continuidade e o agravamento do problema da degradação da frota já em muito fragilizada”, refere o partido.

O PCP considera que no caso da Madeira essa renovação torna-se “imperiosa”.

O partido salienta que face às orientações de instituições da União Europeia a frota pesqueira existente na Madeira , designadamente a frota composta pelas embarcações que estão vocacionadas para a captura do peixe espada preto, “continua impossibilitada de pescar em águas internacionais por não reunir as condições necessárias à emissão dos certificados de navegabilidade”

O partido acrescenta que a forma como o Governo Regional tem “negligenciado” as suas obrigações no sentido de disponibilizar apoios regionais para renovação da frota pesqueira tem levado a que na Madeira as condições de trabalho a bordo sejam “das mais negativas” do país e da União Europeia.

Recomendadas

Madeira: PS quer plano de contingência com Porto Santo para fazer face a congestionamentos no aeroporto

De acordo com o líder socialista, o plano de contingência integrado deve também ter em conta a ligação marítima que assegure a transferência de passageiros entre as duas ilhas nos dias de condicionamento do aeroporto da Madeira.

CDS conta com estrutura da Madeira para recuperar partido

O secretário-geral do CDS-PP, Pedro Morais Soares, defendeu hoje que os centristas madeirenses são um exemplo e disse contar com a ajuda da estrutura da Madeira para recuperar o partido a nível nacional.

Madeira: Expo Pecuária regressa à Ponta Delgada este fim de semana

O evento, que se realiza este fim de semana, dias 25 e 26 de junho, vai já na sua sétima edição, tendo sido cancelado em 2020 e 2021 devido à pandemia por Covid-19.
Comentários