Madeira prolonga candidaturas ao programa Pedido Único

As candidaturas podem ser efetuadas até 15 de maio.

A Secretaria Regional da Agricultura e Desenvolvimento Rural anunciou o prolongamento das candidatura ao programa Pedido Único até 15 de maio. As ajudas da União Europeia e do executivo madeirenses atingem os 28 milhões de euros por ano para a agricultura, agroalimentar e florestal, refere o Governo Regional.

“Os agricultores da Madeira e do Porto Santo não devem perder a oportunidade de apresentem atempadamente a sua candidatura ao Pedido Único. São um conjunto de ajudas que são anualmente disponibilizadas pela União Europeia e o Governo Regional são determinantes para que a agricultura madeirense continue a ser uma bandeira da autonomia e da nossa economia”, disse o secretário regional da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Humberto Vasconcelos.

A Secretaria Regional da Agricultura e Desenvolvimento Rural sublinha que a partir de 16 de maio e até 9 de junho “as candidaturas normais ou de substituição serão penalizadas em 1% por cada dia útil”.

As candidatura ao Pedido Único podem ser feitas, por via eletrónica na Área Reservada do Portal do IFAP https://portal.ifap.pt, em ‘O Meu Processo’.

É possível também efetuar a candidatura através dos balcões de atendimento que a Secretaria Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural tem em todos os concelhos da região.

Recomendadas

Parlamentos da Madeira e dos Açores defendem alargamento dos apoios nacionais às empresas das ilhas

Esta medida “visa estender às regiões autónomas um apoio nacional às empresas, consagrado no diploma que fixa o salário mínimo nacional. Um apoio que neste momento está consagrado apenas para o território continental”, salientou o deputado do PSD Brício Araújo, presidente da comissão Especializada de Administração Pública, Trabalho e Emprego da Assembleia Legislativa da Madeira.

OE2022: PSD lamenta ausência de financiamento adicional da Universidade da Madeira

O deputado do PSD Válter Correia criticou a falta de soluções no Orçamento do Estado de 2022 (OE2022) para a questão do financiamento adicional dos estabelecimentos públicos de ensino superior das regiões autónomas, em particular da Universidade da Madeira. “Tratar com equidade os estabelecimentos de ensino superior insulares é uma responsabilidade constitucional do Estado, cuja […]

Açores: empresários de São Jorge querem “apoios imediatos” à liquidez

Os empresários referem que o tecido empresarial da ilha “estava fragilizado pela situação pandémica”, acrescentando que a situação sísmica “veio agravar as dificuldades de recuperação económica”.
Comentários