Madeira: PS congratula-se com abertura de concurso para radares para o Aeroporto da Madeira

Apesar da melhoria que este equipamento vai trazer ao Aeroporto da Madeira o PS apelou a que o executivo regional desenvolva um plano de contingência integrado para dar resposta aos condicionamentos na infraestrutura aeroportuária.

O PS Madeira congratulou-se com a abertura do concurso para a aquisição de radares para o Aeroporto da Madeira, mas apelou a que o executivo regional desenvolva um plano de contingência para a infraestrutura aeroportuária para dar resposta a condicionamentos.

Para o presidente do PS Madeira, Sérgio Gonçalves, a abertura do concurso no valor de 3,5 milhões de euros, para o fornecimento e instalação de um sistema para deteção e alerta de turbulência e ‘wind shear’ no Aeroporto da Madeira, vai permitir melhorar as condições do aeroporto da Madeira.

Sérgio Gonçalves contudo sublinhou que a instalação deste equipamento não irá por si só “solucionar o problema por completo, como tantas vezes o próprio Governo Regional tem feito crer”.

O socialista acrescentou que mesmo com a melhoria que estes radares vão trazer à operacionalidade do Aeroporto da Madeira vão existir dias em que se verificarão condicionamentos “uma vez que os ventos não deixarão de existir nem os próprios limites de vento foram alterados”.

Face a isto o dirigente socialista disse que cabe ao executivo regional desenvolver um plano de contingência integrado que permita dar resposta a esses condicionamentos.

“Esta é uma competência exclusiva do Governo Regional para mitigar este problema com que a região se confronta. Aquilo que se exige é que, de facto, o executivo assuma as suas responsabilidades, em prol da melhoria das acessibilidades à ilha e a pensar na preservação da própria imagem da Região”, disse Sérgio Gonçalves.

Recomendadas

Zona oeste do Funchal vai ter 1.900 novas habitações nos próximos quatro anos

A revelação foi feita pelo Presidente da Câmara Municipal do Funchal, Pedro Calado, na inauguração das instalações da “ZOME Madeira”, marca que substitui a “7M Real Estate” no mercado imobiliário regional.

Despesa do Governo Regional da Madeira aumenta 3,5% e receita sobe 5,9%

O Governo Regional atribui o aumento da receita à “evolução ascendente evidenciada essencialmente pela componente fiscal”, que ascendeu 9,1% (ou +26,3 milhões de euros), devido à recuperação evidenciada este ano após a pandemia.

Praia da Doca do Cavacas interdita a banhos

A interdição, que vai durar pelo menos até sexta-feira, deve-se à deteção de poluição nas águas do mar. A praia vai continuar aberta ao público mas condicionada à não utilização para banhos.
Comentários