Madeira: PS diz que maioria PSD/CDS ignora problema dos animais errantes

Em causa está uma proposta do PS de audição da Ordem dos Médicos Veterinários e de duas associações de defesa da causa animal, chumbada pela maioria parlamentar PSD/CDS.

O PS Madeira propôs na Assembleia da Madeira, em sede de Comissão Permanente de Recursos Naturais e Ambiente, uma audição da Ordem dos Médicos Veterinários e de duas associações de defesa da causa animal, no âmbito da discussão do diploma que prevê a realização de uma campanha regional de esterilização de animais no próximo ano. A proposta não foi aceite pela maioria PSD/CDS.

Deste modo, a deputada do PS Tânia Freitas diz que o PSD e o CDS “não querem dar a oportunidade” de audição a esta Ordem profissional e as associações “que andam no terreno diariamente e que são mais conhecedoras desta realidade”, considera.

Mais ainda, a maioria PSD/CDS revela que “não sabe trabalhar em equipa nem em prol da resolução deste problema dos animais errantes, para o qual é necessária uma resposta urgente, por uma questão de garantia do bem-estar animal e da saúde pública”, sustenta.

A deputada socialista lamentou este facto, afirmando que a maioria PSD/CDS apenas se limitou a aprovar a audição da Associação de Municípios da Região Autónoma da Madeira nesta matéria (AMRAM).

Tânia Freitas reconheceu a importância a audição da AMRAM, tendo em conta “o esforço conjunto que deve ser feito para combater o problema dos animais errantes”, mas a deputada considera que seria também indispensável ouvir a Ordem dos Veterinários e “pelo menos duas associações ligadas a esta causa”, exemplificando com a ‘Ajuda a Alimentar Cães’ e a Sociedade Protetora dos Animais Domésticos.

 

Recomendadas

CDU Madeira “relativiza” sondagem distante de eleições regionais

A CDU diz que “os indicadores no que se reporta à CDU estão ao nível do que são projeções anteriores e portanto não há propriamente nada de novo. Está dentro do patamar de referência a que se atribui à CDU neste tipo de estudo a este tempo de distância”.

PS Madeira desvaloriza sondagem justificando com distância das eleições regionais

A sondagem da Aximage para o Jornal Económico/Económico Madeira dá ao PS entre 17,3% e os 20,6%, consoante os diversos cenários, distante dos 35,7% atingidos nas últimas eleições regionais.

Sondagem Madeira: CDS-PP reforça maioria absoluta atingida com PSD

Nos cenários em que PSD e CDS-PP se apresentam coligados, para as regionais, atingem maioria absoluta, diz a sondagem da Aximage para o Jornal Económico/Económico Madeira.
Comentários