Madeira: PS quer auditório municipal, mais apoios às Juntas e incentivos à natalidade na Ribeira Brava

O Partido Socialista da Ribeira Brava pretende que seja incluído no Orçamento Municipal um apoio à natalidade no valor de mil por bebé, enquanto realça que o concelho perdeu cerca de 32% de crianças nos últimos dez anos.

O Partido Socialista reuniu-se ontem com o executivo camarário da Ribeira Brava, no âmbito do direito de audição prévia para o Orçamento Municipal, onde aproveitou para propor um conjunto de medidas que considera fundamentais para o desenvolvimento do concelho.

O PS defende a reconversão da antiga escola primária para albergar um Auditório Municipal e a Universidade Sénior, entre outros espaços dedicados à cultura e à arte, destacando que a intenção da Câmara Municipal é demolir este espaço municipal para ali fazer nascer um parque de estacionamento subterrâneo.

O atual estado do cemitério da Ribeira Brava é outra das preocupações dos socialistas, que alertam que este espaço não oferece condições de segurança adequadas nem possui um modelo de gestão condigno às necessidades dos munícipes. Razão pela qual propõem a realização de um estudo de viabilidade que afira a possibilidade de construção de um novo cemitério num outro local, devendo a infraestrutura contemplar crematório, capela, tanatório, sanitários, entre outras valências.

Da mesma forma, o PS pretende assegurar a conservação das trincheiras históricas do concelho, abrindo a possibilidade à prospeção arqueológica e à criação de um centro de interpretação.

Outra das reivindicações socialistas é o aumento em 20% no valor atribuído pela Câmara Municipal aos Bombeiros Voluntários locais, bem como o aumento das transferências para as Juntas de Freguesia, de forma a mitigar o impacto da subida de preços junto das famílias através das instituições com maior proximidade a estas.

Na causa animal, impõe-se, para o PS, o cumprimento da legislação existente com a criação de um Centro de Recolha Oficial e a contratação de um veterinário municipal. A lei que estabeleceu a criação destes serviços vem já desde 2016, sem que o concelho da Ribeira Brava tivesse iniciado a sua implementação, apesar das promessas eleitorais do executivo em funções.

Por fim, o Partido Socialista da Ribeira Brava pretende que seja incluído no Orçamento Municipal um apoio à natalidade no valor de mil por bebé, enquanto realça que o concelho perdeu cerca de 32% de crianças nos últimos dez anos, o que demonstra o envelhecimento populacional que importa urgentemente contrariar.

Recomendadas

PS alerta que 80% dos trabalhadores assalariados ganham o salário mínimo na Madeira

O deputado do PS, Miguel Iglésias, disse que isso fez com que mais de 20 mil madeirenses tenham abandonado a região na última década, e defendeu uma mudança nas políticas públicas para o emprego.

Presidente da Assembleia Regional defende medidas que criem emprego e atraiam investimento para o norte da Madeira

O presidente da Assembleia Regional salientou a importância de existir um programa de coesão territorial para a região, que reúna várias entidades, e valorize os recursos associados ao ambiente, agricultura, e turismo.

Comprar casa na Madeira sofreu subida de 23%

Foi em Santana que se registou o maior aumento com 7,5%, seguido por Calheta 3% e São Vicente 2,9%.
Comentários